26 de Agosto de 2019 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Penela: Casa Família Oliveira Guimarães abre hoje portas à comunidade

4 de Agosto 2019

A partir de hoje, a Casa Família Oliveira Guimarães, no Espinhal, passa a estar aberta para visitas guiadas, dando início à pretensão de abrir o imóvel à comunidade, transformando-o em casa-museu, título que ostentará concluído que esteja o obrigatório processo burocrático junto das instituições oficiais.

Conhecido como a “Quinta do Castelo”, o antigo solar sofreu nos últimos meses várias obras de restauro, financiadas por fundos comunitários, para estar em condições de mostrar o vasto acervo de Luís Oliveira Guimarães, jurista de profissão, criativo e humorista por convicção, fundador e primeiro presidente da Sociedade Portuguesa de Autores.

O percurso museológico “vai passar por várias salas, quartos, biblioteca e jardim, com o objectivo de familiarizar os visitantes com aquilo que era a vida num solar do mundo rural no século XVIII e subsequentes”, salientou Paula Oliveira Guimarães, proprietária do espaço.

As pessoas vão poder observar quadros, loiças, jóias, pratas, mobiliário antigo, exposições e parte do acervo documental, através de um percurso digital, de forma a “tornar mais viva e dinâmica a participação dos visitantes”.

Segundo Paula Oliveira Guimarães, trata-se de uma casa “com muita história e com grande relação com a comunidade”, que nos últimos anos passou a acolher a realização da Bienal do Humor, numa organização conjunta da família com a Câmara de Penela e com a Junta de Freguesia do Espinhal.

“A ideia de fazer a casa-museu foi também uma homenagem à vila do Espinhal e ao concelho de Penela, uma vez que o solar só chegou até hoje devido ao trabalho e à dedicação e ao envolvimento de toda a comunidade”, sublinhou.

 

“Casa às ordens”

No passado dia 20 de Julho, a casa abriu portas, ainda em fase experimental, inaugurando o auditório e a sala de exposições temporárias, “baptizadas” com os nomes de dois ilustres espinhalenses, Mário Nunes e José de Oliveira Lourenço, respectivamente.

“O mais importante era abrir portas para que a comunidade percebesse que tem aqui uma casa às ordens, que pode usar e utilizar, numa terra que sei tem muito talento, muitas pessoas que têm colecções particulares que gostariam que vissem a luz do dia, e este espaço pode tornar real esse sonho”, referiu Paula Oliveira Guimarães ao TERRAS DE SICÓ durante a abertura da sala de exposições que acolheu como primeira mostra “O Futuro de visita ao Passado”, constituída por trabalhos dos alunos de 4.º ano do Centro Escolar do Espinhal, do Agrupamento da Escola Infante D. Pedro, num olhar sobre o antigo solar e a sua história.

A casa-museu terá visitas guiadas entre 4 e 31 de Agosto, de terça-feira a domingo, das 15h00 às 18h00, e a partir de Setembro, ao fim-de-semana, também entre as 15h00 e as 18h00, e de terça a sexta-feira, só por marcação prévia.

A sala de exposições temporárias já tem programação definida para os próximos meses, expondo a partir deste domingo (4) “teares de Almalaguês e bordados da nossa terra”. No dia 17 é inaugurada a mostra de caricaturas de Pedro Ribeiro Ferreira.

O presidente da Câmara de Penela, Luís Matias realça a recuperação do imóvel e a importância da sua abertura, “pelo valor patrimonial e simbólico que tem para a vila do Espinhal e também por aquilo que deve ser agora uma infra-estrutura que vai estar ao serviço da cultura e da comunidade”.

“É importante na perspectiva de podermos vir a congregar no espaço várias dinâmicas associadas à cultura, ao humorismo, mas fundamentalmente à reflexão sobre os nosso dias”, frisa o autarca, para quem “o projecto vai ser um sucesso para a freguesia e para o concelho”.

Para o presidente da Junta de Freguesia, Luís Dias, com a abertura à comunidade da antiga ‘ ‘Quinta do Castelo’, “o Espinhal vive um momento especial da sua história”. “A casa que deu nome, abrigo e ganha-pão abre portas a todos os espinhalenses em particular e ao mudo que a queiram visitar”, reforça Luís Dias, agradecendo o “grandioso e generoso gesto da família Oliveira Guimarães” de dar corpo a um projecto que “irá pôr o Espinhal no mundo”.

“A junta de freguesia estará sempre disponível para acompanhar e apoiar a família Oliveira Guimarães na dinamização do seu e nosso património e no engrandecimento da nossa terra”, destaca o autarca.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com