26 de Agosto de 2019 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Lourdes Pintasilgo homenageada em Condeixa no Dia da Mulher

14 de Março 2019

“Fazer da gestão comunicacional de expectativas, que em grande medida é a política do nosso tempo, o centro da ‘coisa’ é algo que arrepiaria até aos ossos a nossa Maria de Lourdes Pintasilgo”, afirmou o vice-presidente da Assembleia da República, José Manuel Pureza, em Condeixa, na sua intervenção na sessão que assinalou o Dia Internacional da Mulher, este ano com o Município a promover uma homenagem à antiga primeira-ministra, quando se completam quatro décadas da sua tomada de posse.

No passado dia 8, no auditório do museu PO.RO.S, o deputado sublinhou que “o programa político de Maria de Lourdes Pintasilgo, creio, nunca foi outro senão uma sociedade em que as pessoas tivessem uma vida boa e feliz, e isto implica alterações profundas que permitam aos que não a têm alcançar condições para isso”. Para Pureza, Pintasilgo “marcou de uma forma forte e singular a política portuguesa, e já agora também a igreja portuguesa, com a centralidade que conferiu à combinação entre o pragmatismo e a ambição dos pressupostos em vista dessa vida boa e feliz para as pessoas”.

Na cerimónia, o presidente da Câmara de Condeixa, Nuno Moita, salientou “a honra e o orgulho” em associar o Dia Internacional da Mulher a Maria de Lourdes Pintasilgo, pelo que a ex-governante “representa para a democracia portuguesa e para a sua consolidação, enquanto defensora de uma sociedade mais justa e mais fraterna”.

Margarida Santos, presidente da Fundação Cuidar o Futuro, concebida pela antiga governante falecida em 2004, aos 74 anos, explicou que a instituição que dirige tem como objectivo “divulgar o espólio de Maria de Lourdes Pintasilgo, o seu legado intelectual”.

Na Internet, no site Arquivo Pintasilgo, estão disponíveis cerca de 40.000 documentos “onde se pode conhecer o seu pensamento”.

“A Fundação está a fazer o que Maria de Lourdes Pintasilgo considerava importante, ouvir as pessoas para podermos cuidar do futuro de todos nós”, referiu aquela responsável.

Inspirada na metodologia adoptada por Pintasilgo, enquanto presidente da Comissão Independente sobre População e Qualidade de Vida, para recolher informação para o relatório Cuidar o futuro – um programa radical para viver melhor”, realizou-se no dia 9, mesmo auditório, a iniciativa “Audição pública”, para análise e aprofundamento da qualidade de vida nas suas diversas facetas, numa óptica de sustentabilidade e na perspectiva da economia do cuidado, do direito fundamental ao cuidado e do dever fundamental de cuidar.

Tratou-se de uma iniciativa promovida no âmbito do projecto “Ouvir o presente, cuidar o futuro: homenagear Maria de Lourdes Pintasilgo”, ao abrigo de uma carta de compromisso entre a Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade de Género e a Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, em colaboração com a Fundação Cuidar o Futuro.

A comemoração incluiu a abertura de uma exposição sobre a “vida e a obra de Maria de Lourdes Pintasilgo”, a primeira mulher portuguesa a assumir o cargo de primeira-ministra, na liderança do V Governo Constitucional, entre 1 de Agosto de 1979 e 3 de Janeiro de 1980, um executivo da iniciativa do então Presidente da República, Ramalho Eanes.

LUÍS CARLOS MELO


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com