26 de Agosto de 2019 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Cantanhede: “Satisfação plena” com mais uma Expofacic

7 de Agosto 2019
A Comissão Organizadora da Expofacic encerrou a edição 2019,  que terminou no passado domingo (4), com um sentimento de “satisfação plena”.
Com mais de 100.000 visitantes na exposição da Força Aérea Portuguesa e mais de 50.000 no espaço Gaming, duas das apostas da edição deste ano, “a Expofacic revelou-se, uma vez mais, um caso sério de popularidade, somando noites de casa cheia”.
Na intervenção que produziu no Jantar de encerramento da Expofacic 2019, Helena Teodósio, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede e presidente da Comissão Organizadora, começou por considerar fulcral em cada edição do certame a tónica empresarial que se conjuga com “o orgulho e a força” das juntas de freguesia, escolas, IPSS, associações culturais e desportivas, que se refletem, durante o certame, na presença em palco e, também, “no dia-a-dia árduo nas tasquinhas”.
Com “especial carinho” pelos patrocinadores e por todos os que de um modo geral têm apoiado um projeto que a autarca enquadra num nível estratégico para o Município em matéria da qualidade de vida e da felicidade de cada um dos munícipes, Helena Teodósio manifesta-se determinada no desenvolvimento do trabalho de uma equipa – o Executivo – que “está ao serviço das pessoas”.
O crescimento das quatro zonas industriais é um dos exemplos do trabalho desenvolvido e que, segundo a presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, responde aos estímulos do mercado, tendo repercussão visível noutros sectores como o imobiliário ou a restauração.
Com resultados positivos também no domínio do emprego, o desenvolvimento do concelho, afirma, não se faz “só” de desenvolvimento económico, pelo que se torna necessário criar condições para a satisfação plena de todas as necessidades das pessoas e nomeadamente “do que lhes dá prazer de estar na vida e de integrar a nossa comunidade”.
As mais de 166 associações existentes são a prova do enriquecimento alcançado nos sectores social e desportivo, que marcam presença na Expofacic “ao vestirem a camisola” por um projecto que, à semelhança do concelho, persegue a inovação de forma permanente.
Helena Teodósio olha para os 11 dias de duração do certame como um desafio colectivo que a Comissão Organizadora assume com dedicação e profissionalismo anualmente, indo muito além das suas obrigações. “São funcionários do Município, são funcionários da empresa municipal, mas fazem todo este trabalho, sem olhar ao horário, de modo a que Cantanhede ganhe como se verificou em mais uma edição da Expofacic”, referiu.
Nas razões que motivam os visitantes e que os levam a eleger a Expofacic como destino no Verão, a presidente da Câmara Municipal de Cantanhede destaca as exposições permanentes e as que anualmente integram o programa, dando particular ênfase à 1.ª Bienal de Arte e à Exposição de Mário Silva, cujo espólio foi entregue pela família à Junta de Freguesia da Tocha.
O agradecimento à Comunicação Social pelo “trabalho excepcional”, à Força Aérea Portuguesa, pela “magnífica exposição” e a constatação da qualidade dos espaços verdes, segurança – com elogios à GNR e Bombeiros Voluntários – que são apanágio da cidade de Cantanhede, levaram a autarca a um paralelismo com as medidas de carácter ambiental implementadas na edição 2019 da Expofacic, sendo a adopção de copos reutilizáveis “emblemática”.
Helena Teodósio constatou com agrado a limpeza da área do palco principal após o final dos espectáculos, o que não ocorria no passado recente, já que o local era inundado por milhares de copos de plástico, obrigando a demoradas acções de limpeza. “Foi uma aposta ganha do ponto de vista ambiental”, sublinhou.
Caso de sucesso, segundo a presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, foi também o espaço Gaming que correspondeu ao objetivo traçado pela Comissão Organizadora – estímulo de novos públicos – e que acentuou uma prática já instituída quer no certame, quer no concelho: a promoção da atractividade.
Através da Expofacic, explica Helena Teodósio, “Cantanhede mostra todas as competências que possui e diz à região e ao País que merece ser olhada de outra forma”.
“Isto aplica-se tanto ao concelho, como à Expofacic, que é, sem margem para dúvidas, um destino turístico de eleição. A edição deste ano foi das melhores que realizamos. Já estamos a pensar em 2020. Há mesmo mil motivos e um só destino!”, sublinhou.
Idalécio Oliveira, presidente do Conselho de Administração da INOVA-EM, afirmou que ao assegurar a sustentabilidade financeira e a sustentabilidade ambiental, a Comissão Organizadora está plenamente satisfeita com os resultados alcançados.
No primeiro caso, a vertente financeira, o responsável da INOVA-EM justificou o êxito através do apoio dos patrocinadores, das parcerias (AEC, Atlantis, ADELO, entre outras entidades) e do número de visitantes, evocando, no domínio ambiental, as várias acções desenvolvidas e que colocam a Expofacic no “rumo certo”.
O contributo das associações, autarquias do concelho de Cantanhede e Comunicação Social não foi esquecido por Idalécio Oliveira, que atribui o êxito alcançado ao trabalho colectivo.
A qualidade do espaço, segurança, entre outros serviços, bem como a animação proporcionada, associadas ao esforço de todas as empresas participantes na decoração das respectivas áreas de exposição, explica os elevados níveis de atractividade que o evento conquistou e que continua a manter ao longo dos anos.
Força Aérea Portuguesa, Guarda Nacional Republicana, Bombeiros Voluntários de Cantanhede e Mário Silva filho integraram a lista de agradecimentos de Idalécio Oliveira, que define a Expofacic como “um evento único, pleno de vitalidade e diferenciador, que dá às pessoas aquilo que não encontram noutras iniciativas”. A 1.ª Bienal de Arte e o Acampamento Medieval, acrescentou, “são exemplos da atitude inovadora que assumimos em cada edição de modo a proporcionar aos visitantes um evento multifacetado e acessível”.
Ecoevento e com Sê-lo Verde, a Expofacic reforçou nesta edição as medidas de sustentabilidade ambiental, através do Programa Sê-lo Verde e da parceria com a ERSUC, com a introdução de copos reutilizáveis durante todo o evento, colocação de equipamentos de recolha seletiva em todo o recinto (incluindo o sector da restauração) e permanência de uma equipa para monitorização e esclarecimentos.
O presidente do Conselho de Administração da INOVA-EM finalizou a intervenção com o agradecimento aos diversos patrocinadores.

  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com