26 de Agosto de 2019 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Câmara pede ao Governo um “olhar diferente e justo” para hospital de Leiria

26 de Julho 2019

O presidente da Câmara de Leiria, Raul Castro, pediu hoje à ministra da Saúde para que tenha um “olhar diferente” para o Centro Hospitalar de Leiria e que resolva as “dificuldades” que o hospital tem enfrentado.

“Finalmente, a sua presença em Leiria. Vai permitir seguramente tomar consciência do que é a realidade do Centro Hospitalar de Leiria [CHL]. Aproveito para relembrar que o CHL é uma referência no contexto nacional, como me referiu há pouco”, afirmou Raul Castro, também cabeça de lista pelo PS por Leiria às eleições legislativas.

O autarca salientou que o CHL tem mais de 400 mil utentes, “pelo que necessita de um olhar diferente daquele que tem acontecido até aqui, para enfrentar algumas dificuldades que foram sentidas”.

Raul Castro enalteceu ainda o bom desempenho dos profissionais de saúde, ironizando que foram os recursos humanos que impediram que a “constipação” que o hospital sofreu no início do ano não se transformasse em “pneumonia”, com “consequências imprevistas”.

“Foi somente capacidade de resiliência de todos os profissionais deste centro hospitalar que permitiu dar a volta e continuar a assegurar o direito dos utentes, com a qualidade possível”, acrescentou.

Castro desafiou a ministra da Saúde, Marta Temido, a “ajudar a resolver algumas das dificuldades deste centro hospitalar, seja na questão de investimento em equipamentos seja na ampliação em instalações”.

“Esta capacidade de todos os profissionais, que tem sido reconhecida pela população de uma forma geral, merece que haja um olhar diferente da sua parte para que eles possam fazer ainda mais e melhor em nome do Serviço Nacional de Saúde. Espero que possa dar uma ajuda significativa, porque é mais do que justa e merecida”, insistiu.

Em resposta aos jornalistas, Marta Temido destacou o “percurso mais recente do hospital”, considerando “que é muito significativo em termos de inovação organizacional”.

Marta Temido lembrou que está a decorrer a parte final do concurso para a colocação de recém-especialistas, que tem 38 vagas para o CHL.

“O que desejo é que o hospital seja cada vez mais um sítio apetecível para as pessoas trabalharem. Sei que no passado recente houve alguns momentos de desmotivação, de tensão e de picos de pressão, mas acredito que a força e a energia das pessoas que trabalham nesta casa permita captar os profissionais que são necessários”.

A governante admitiu que “este foi um dos hospitais que mais se ressentiu nos anos de assistência económico-financeira, de não poder fazer investimentos e melhorias a que estava habituado e para os quais até gera proveitos suficientes”.

Agora, está entre os 11 hospitais que foram seleccionados para terem autonomia.

“O CHL é um dos hospitais mais eficientes do Serviço Nacional de Leiria. A partir do momento em que tenha os seus planos de actividades e orçamentos aprovados terá autonomia para contratações e realização de investimentos”, garantiu, ao recordar que o Governo já investiu 5,8 milhões de euros no CHL, de um total de 20 milhões de euros previstos no plano estratégico do hospital.

Este investimento irá incluir a ampliação do hospital de dia, a expansão do serviço de urgência e a ampliação do hospital de Santo André.

LUSA


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com