26 de Agosto de 2019 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Ansião: Santiago da Guarda promove-se com artesanato, gastronomia e animação

17 de Julho 2019

Comer, beber, dançar e ainda ver e comprar artesanato. Serão assim os próximos dias em Santiago da Guarda que, entre amanhã e domingo (21), se transforma numa grande vitrina onde artesãos de norte a sul do país exibem as suas obras de arte. Falamos da Feira de Artesanato e Festa da Amizade que anualmente trazem milhares de visitantes àquela freguesia do concelho de Ansião atraídos pelo artesanato, gastronomia local e animação.

Entre esta quinta-feira (18) e domingo (21), o espaço envolvente ao Complexo Monumental de Santiago da Guarda enche-se de artesãos e produtores regionais que dão um colorido diferente ao local, transformando-o numa montra onde cada artesão pode mostrar as suas obras de arte e cada visitante pode encontrar peças originais, umas mais tradicionais e outras mais inovadoras, saídas das mãos destes artistas.

“No total, são cerca de 120 expositores vindos de muitas zonas do país”, revelou o presidente da direcção do Centro de Amizade e Animação Social (CAAS) de Santiago da Guarda, David Rodrigues, salientando que “a Feira de Artesanato é o ponto forte das festas”, que apresentam “um programa com bastante qualidade e variedade”. Afinal, à semelhança dos últimos anos, a organização apresenta um “cartaz diversificado, com actividades que vão desde o folclore até ao rock, passando por espectáculos desportivos, recreativos e culturais”.

“O figurino é mais ou menos o mesmo das edições anteriores”, realça aquele dirigente, revelando que “este ano acrescentámos mais um dia, que será mais direccionado à juventude com bandas de rock”. Ora, com mais uma noite de festa, a organização espera “atrair mais visitantes, sobretudo mais jovens”.

Já nos três dias habituais do evento, “esperamos repetir os números dos últimos anos” em que foram servidas mais de 1.500 refeições e participaram aproximadamente 150 bttistas, 120 artesãos e quatro grupos folclóricos, numa organização que envolve perto de uma centena de voluntários. Aliás, “não poderemos ir muito além destes números porque estamos confinados ao espaço” envolvente ao Complexo Monumental, que “não permite acolher muitos mais stands”.

Independentemente disso, este já “é um grande evento” que “faz parte da agenda anual das pessoas” devido às suas “características peculiares”. Ou seja, “temos uma Feira de Artesanato ao ar livre, com espectáculos a acontecer logo ali ao lado e uma zona de gastronomia também ali à mão de semear”. Além disso, o certame combina um programa de actividades para todas as faixas etárias com a exposição, venda e fabrico de peças de artesanato ao vivo. A isto junta-se ainda a comercialização de produtos endógenos regionais de elevada qualidade.

O programa arrancou esta quinta-feira (18) com o Festival da Amizade, que incluiu concertos de várias bandas de rock numa noite dedicada um público mais jovem.

As actividades continuam esta sexta-feira (19) com a sessão de abertura (19h30), seguindo-se um jantar-convívio (21h30), a actuação do grupo EmCantos e um baile animado pelo trio Só Ritmo.

No sábado (20), a tarde é dedicada ao desporto com a Rota da Amizade em todo-o-terreno, cuja partida acontece às 17h00. Já a noite começa com um espectáculo de ballet e prossegue com um concerto da Orquestra Ligeira da Sociedade Filarmónica Ansianense de Santa Cecília e um espectáculo da banda Função Pública. A noite termina aos ritmos da DJ L’TTUX.

No domingo (21), as actividades começam logo de manhã (9h00) com um passeio de cicloturismo e uma caminhada, ambos solidários. À tarde destaque para uma demonstração de Freestyle (16h00) e o Festival Nacional de Folclore, que prometem atrair jovens e menos jovens ao recinto. Um baile com André Cardoso encerra a Festa da Amizade.

 

Melhorar ATL

A poucos meses de terminar o mandato à frente do CAAS, que na sua opinião foi “bastante positivo”, David Rodrigues aponta como objectivo “melhorar as condições do ATL com a construção de um espaço novo para esta valência”. Todavia, reconhece que este é um projecto que “implica algum investimento, pelo que tem de ser bem ponderado”.

Além disso, o CAAS pretende “continuar a prestar um serviço de excelência com as crianças nas valências de creche e ATL, bem como manter a organização das actividades que temos promovido ao longo dos últimos anos, adaptando-as às exigências do público”, adiantou o também presidente da Junta de Freguesia, enaltecendo a “mais-valia de ter uma associação com esta vitalidade na freguesia, que quase todos os meses dinamiza eventos culturais, desportivos ou recreativos que atraem muitas pessoas de fora, contribuindo para a divulgação do nosso património, cultura e produtos endógenos”.

CARINA GONÇALVES


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com