13 de Junho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

FAFIPA: vem aí a grande jornada de união alvaiazerense

8 de Junho 2024

A reintrodução da vertente pecuária é a grande novidade da 42.ª edição da FAFIPA que abre portas na próxima quarta-feira (12) em Alvaiázere, para durante cinco dias, até domingo (16), promover o que o concelho tem de melhor também nas áreas agrícola, florestal, industrial e de artesanato.

O presidente da Câmara, João Paulo Guerreiro, explica que “a pecuária foi uma valência abandonada nos últimos anos, mas que decidimos trazer de volta, com cautela, com condições de segurança, salubridade e de conforto para os animais”.

“Vamos começar com uma mostra num espaço reduzido, no entanto, pretendemos dar essa nota do regresso, porque a pecuária faz parte da nossa tradição, está no nome do certame e faz todo o sentido que esteja presente na feira”, salienta o autarca.

Bovinos, caprinos e suínos estarão entre a meia dúzia de espécies mais tradicionais na região escolhida pela organização para o retornar da pecuária à FAFIPA, a instalar num local próximo do parque multiusos que acolhe o evento.

A Feira Agrícola, Florestal, Industrial, Pecuária e Artesanato vai juntar cerca de uma centena de expositores, entre empresas, produtores e artesãos, constituindo-se como “uma mostra do território, uma mostra económica, social e cultural”.

“É um certame muito virado para o tecido empresarial, mas não descurando os produtos endógenos e o artesanato”, reforça João Paulo Guerreiro, sublinhando que a procura de espaços de exposição é “bastante superior” à oferta disponível.

No certame não faltam as tasquinhas dinamizadas por associações do concelho, onde será possível “provar a nossa riqueza gastronómica, com o chícharo e outras iguarias locais a que estamos habituados”.

Jornada de união

Na animação do certame, a primeira noite, dia 12, é dedicada às tradicionais marchas populares, “ponto alto da envolvência da comunidade, das actividades que mais unem os alvaiazerenses”. Cada uma das cinco freguesias apresentará a sua marcha, com “coreografias muito trabalhadas”.

“Demos um apoio reforçado às juntas de freguesia para a preparação das marchas, no valor total de 25.000 euros, cinco mil para cada uma”, enfatiza João Paulo Guerreiro, convicto de duas horas de “grande espectáculo” na noite de Santo António.

A 13 de Junho, feriado municipal, à tarde realiza-se a sessão solene comemorativa do Dia do Concelho, que deverá contar com a presença da ministra da Saúde, Ana Paula Martins. Ao final da tarde actuam ranchos folclóricos e a noite trará o som do popular Augusto Canário.

Nas noites seguintes, sempre com entrada gratuita, no palco da FAFIPA actuam Nuno Ribeiro (14), Némanus (15) e Quinta do Bill com a Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília no domingo (16), num “espectáculo que promete”.

O vasto programa do certame inclui ainda os habituais passeios de tractores e de cavalos, cicloturismo, o trail nocturno Luzecu, safaris turísticos pela serra de Alvaiázere, garraiada, apresentação do livro de Maria Adelaide Furtado sobre a fundição de sinos e mais uma edição das ‘Conferências do Centro’, entre outras actividades.

“A FAFIPA é a grande jornada de união entre os alvaiazerenses e essa jornada consegue também trazer a Alvaiázere muitos visitantes, muitos turistas, e mostrar que estes eventos não são despesas fúteis, são investimentos que permitem valorizar o território, dar-lhe vitalidade e fazer mexer a economia local”, sustenta o autarca em declarações ao TERRAS DE SICÓ.

João Paulo Guerreiro tem “expectativas muito altas” sobre o sucesso do certame, afirmado que o público “não tem defraudado”, o que obriga a cada ano a “subir um bocadinho a fasquia” da exigência.

Alvaiázere no mapa

A FAFIPA, o Festival da Juventude, o Festival Gastronómico do Chícharo e o Festival FICA, entre outros eventos que Alvaiázere tem vindo a acolher são mostras da “dinâmica permanente” realizada pelo executivo social-democrata.

“Este era uma das principais portas do caminho, se calhar, a que era mais rápida de implementar. O caminho é longo, mas achamos que conseguimos neste curto espaço de tempo colocar Alvaiázere no mapa, sentir que os alvaiazerenses se orgulham cada vez mais da sua terra e atrair outros de fora a visitar-nos e apreciarem as mais-valias que temos para oferecer. Esta é uma viagem que é para continuar e está a ser bem conseguida”, afirma João Paulo Guerreiro, a cumprir o primeiro mandato como presidente de Câmara e a dar sinais de uma recandidatura no próximo ano.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM