18 de Maio de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Condeixa tem nove dias de festival para apreciadores do cabrito assado

3 de Maio 2024

Doze restaurantes de Condeixa-a-Nova, tantos como no ano passado, vão participar na 11.ª Semana do Cabrito, que começa no sábado (4) e se prolonga até 12 de Maio.

Para a Câmara Municipal, que organiza mais esta edição do festival gastronómico, “Cabrito assado de Condeixa, o melhor de Portugal!” é o lema dos próximos nove dias nas casas da especialidade do concelho.

Com a iniciativa Sabores de Condeixa – Semana do Cabrito, este município do distrito de Coimbra, liderado por Nuno Moita, quer continuar a valorizar a qualidade dos pastos dos caprinos, entre as terras férteis do Baixo Mondego e os calcários da Serra de Sicó.

“A Semana do Cabrito promove o nosso património gastronómico de excelência, associado à escarpiada, o doce típico de Condeixa”, disse Nuno Moita à agência Lusa.

Na edição de 2023, segundo o autarca, o evento levou ao concelho “cerca de 4.500 apreciadores do cabrito assado no forno à moda de Condeixa”.

Tirando partido dos apoios do município, que custeia 10 cabritos a cada restaurante e 2.700 escarpiadas a distribuir pelas 12 firmas aderentes, a dose da iguaria durante o festival é vendida a 18 euros, “um preço abaixo do normal”, acrescentou.

“Estamos a acarinhar muito o Festival do Cabrito, que mexe com a nossa economia”, além de “valorizar a tradição e a cultura” de Condeixa, acentuou Nuno Moita.

No ano passado, os comensais pagavam 17,50 euros por um prato de cabrito, preço que nesta edição sobe para 18 euros, incluindo a bebida, uma escarpiada (sobremesa local à base de massa de pão, açúcar amarelo e canela) e um café.

No final de cada refeição, “o cliente vota no seu favorito”, contribuindo para a escolha do restaurante vencedor, que será agraciado com o prémio “Cabrito de Ouro”.

Nuno Moita entregou hoje o galardão ao restaurante O Filipe, na povoação do Sebal, que, por votação do público, ganhou o “Cabrito de Ouro” relativo à décima edição da iniciativa gastronómica e turística.

Com outro prémio do festival de 2023, este por escolha do ‘chef’ de cozinha Flávio Silva, foi contemplado o restaurante Manjares d’Avó, no lugar de Sangardão. Desta vez, o investimento da autarquia no evento ronda os 21 mil euros.

LUSA


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM