16 de Abril de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Alvaiázere: ‘Alvaeduca’ arranca hoje e reforça aposta na educação

1 de Março 2024

Os 50 anos do 25 de Abril de 1974 servem de temática à edição deste ano do “Alvaeduca – Mês da Educação”, que tem início hoje (1) à tarde.

“Liberdade – direitos e deveres em democracia” é o mote para o conjunto de actividades programadas pela Câmara Municipal de Alvaiázere e que se estendem até ao próximo dia 23.

O calendário escolar de 2024, devido às férias da quadra pascal, obriga a encurtar em cerca de uma semana a terceira edição da iniciativa.

“O ‘Alvaeduca’ tem o propósito de envolver todos os alunos do concelho, desde as creches até à Universidade Sénior, às crianças e jovens com deficiência e à formação de adultos do pólo do Cearte. Não deixando ninguém de fora, pretende promover e dar destaque ao que é importante para a formação dos seres humanos”, afirma a vereadora da Educação, Ana Faria.

Para a autarca, o êxito das duas edições anteriores, “coloca-nos o desafio de ano após ano nos superarmos no que são as expectativas dos alunos”.

“Cada ano tem tido uma temática diferente e este ano vai ser ‘Liberdade – direitos e deveres em democracia’, numa alusão às comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, fazendo os jovens reflectir sobre o que foram os direitos alcançados e também o que são as responsabilidades de cada um enquanto cidadão”, refere Ana Faria.

O ‘Alvaeduca’ tem a sessão de abertura marcada para esta sexta-feira (1), às 14h30, no Pavilhão Desportivo de Alvaiázere e decorre até ao próximo dia 23, envolvendo mais de meio milhar de participantes.

As férias escolares da Páscoa impedem que o programa de actividades se estenda até ao final do mês.

Durante o evento, serão desenvolvidas diversas actividades pedagógicas, culturais e desportivas, incluindo exposições, espectáculos teatrais e musicais, sessões de formação, entre outras iniciativas, sempre com o propósito de proporcionar “uma experiência educativa enriquecedora e promover a consciência cívica na comunidade”.

Já esta sexta-feira à tarde abrem as exposições “Coleccionismo: caixas de fósforos no período pré/pós-revolução” e “Tráfico de seres humanos também acontece aqui”.

Com os espectáculos da Mostra de Teatro integrados na programação da iniciativa, há mais peças a serem levadas à cena. Assim, no dia 7, pelas 21h00, na Casa da Cultura, o grupo Saidatoca apresenta “Nós acendemos o lume”, enquanto no dia seguinte (8), às 19h00, pelos alunos do 1.° CEB com a Companhia de Teatro Leirena sobem a palco com “Liberdade: direitos e deveres em democracia”. No dia 21, pelas 19h00, a Oficina de Teatro do 6.° ano do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere representa “Conto tonto”.

Ainda a 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, no Museu Municipal, abrirá a exposição “Mulher – a sua importância na arte”.

No dia 15, pelas 18h30, realiza-se um showcooking e festa de encerramento do programa Heróis da Fruta, estando marcado para 21 de Março, 16h30, o “Hair Care”, porta aberta do curso de cabeleireiro da ETP Sicó. No mesmo dia, pelas 18h30, decorre a Caminhada ETP Sicó “Escola Criativa” e às 21h00, na Casa Municipal da Cultura, tem início a sessão “Libertem as crianças”, com Carlos Neto.

Para além dos alunos do Agrupamento de Escolas do concelho, dos pólo da ETP Sicó e do Cearte, e da Universidade Sénior, o ‘Alvaeduca’ envolve ainda os utentes do CACI da Associação da Casa do Povo de Alvaiázere.

“Gostava que quando chegássemos ao dia 23, as crianças, os jovens e os mais velhos pudessem reflectir um pouco sobre o que foi o passado e o que temos no presente, mas ao mesmo tempo quais são as responsabilidades futuras de cada um. Que a mensagem tivesse chegado lá, que houvesse uma valorização do que temos hoje em dia em termos de património, de vivência, de sociedade, e que, acima de tudo, pudéssemos continuar a formar crianças e jovens mais felizes”, frisa a vereadora.

Ana Faria realça a aposta no sector da educação, salientando ser “um dos pilares e uma das prioridades” do executivo social-democrata.

“Sabemos que se conseguirmos construir uma boa estrutura naquilo que é a educação e a vivência dos alunos no nosso concelho enquanto cá estão a estudar, provavelmente, são jovens que no futuro vão querer fixar-se cá e fixar também a sua família”, preconiza a autarca, reforçando ser esta “uma das nossas estratégias e, por isso, temos feito um forte investimento, que é, possivelmente, o maior feito na região nesta área”.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM