22 de Julho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Pombal avança com reconstrução de centro escolar num investimento de 4,4 ME

15 de Fevereiro 2024

A Câmara de Pombal adjudicou na quarta-feira a reconstrução do centro escolar Conde de Castelo Melhor, um investimento de 4,4 milhões de euros, disse hoje à agência Lusa o presidente da autarquia.

“Esta é uma obra numa escola de 1.º ciclo e integra-se numa estratégia que temos seguido desde 2011 de requalificar todas as escolas do 1.º ciclo em todas as freguesias do concelho de Pombal”, afirmou Pedro Pimpão.

Segundo o autarca, este “é o único centro escolar que ainda não foi alvo de intervenção”, pelo que é “o terminar deste ciclo de investimento em todas as freguesias na requalificação das escolas do 1.º ciclo”.

“Estamos a falar de um edifício antigo e que alberga muitos alunos”, dado estar no centro da cidade de Pombal, sendo “uma escola muito requisitada, e, por isso, era uma obra já ansiada há muito pela comunidade escolar”, referiu ainda Pedro Pimpão.

O presidente do município declarou que as obras devem arrancar no início do próximo ano lectivo, para garantir que este “ainda decorre com tranquilidade, com normalidade e para haver uma transição pacífica de ano lectivo daquela comunidade escolar”.

“Espero que a obra esteja pronta em dois anos”, adiantou.

O presidente do município esclareceu que este investimento “está fora do acordo que foi estabelecido entre a Associação Nacional de Municípios Portugueses e o Governo no âmbito da descentralização de competências” na educação, dado que aquele apenas contempla escolas do 2.º ciclo ao ensino secundário.

“Uma vez que não tem, neste momento, financiamento, nós avançámos com orçamento próprio do município. Naturalmente, vamos estar atentos a oportunidades que surjam de financiamento para esta intervenção”, garantiu.

Questionado sobre onde vão decorrer as aulas no decurso das obras, o autarca adiantou que foi constituída uma equipa técnica com representantes da escola, do agrupamento de escolas, da junta de freguesia e da Unidade de Projectos Educativos do município, para “acautelar a transição dos alunos”, tendo sido analisadas várias hipóteses, incluindo a instalação de contentores junto ao parque de estacionamento do centro de saúde.

“A proposta que esta equipa técnica sugeriu é, no decurso da intervenção, os alunos transitarem para o Externato A Falinha, porque já tem as condições do ponto de vista de salas [de aula], refeitório e os equipamentos necessários, para garantir a manutenção da qualidade de ensino e aprendizagem”, explicou.

O autarca realçou que a Câmara entende que tem de “dar todas as condições de ensino e aprendizagem para as crianças e jovens”.

“Essa é a nossa estratégia e é por isso que todas as crianças do concelho de Pombal têm polos escolares requalificados, modernos, com equipamento tecnológico adequado. E esta escola não podia ficar de fora desse nosso objectivo de garantir as melhores condições para que possam aprender mais e melhor”, acrescentou.

De acordo com informação enviada à agência Lusa, a reconstrução e reabilitação da escola vai contemplar 10 salas de aula (actualmente são oito).

Os trabalhos contemplam, entre outros, a melhoria do acesso viário ao Centro Escolar, através da requalificação urbana do seu espaço envolvente, “criando um cais de embarque e desembarque que reúna todas as condições de segurança na paragem e encosto de veículos ao passeio existente”.

O investimento prevê, também, um novo ginásio, “permitindo ser acessível de forma independente pela comunidade, fora do contexto lectivo”, sendo que o futuro edifício será “100% acessível livre de barreiras arquitectónicas”.

Lusa


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM