14 de Junho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Festival de Teatro Deniz-Jacinto leva 10 espectáculos a Condeixa

1 de Fevereiro 2024

A oitava edição do Festival de Teatro Deniz-Jacinto, que começa na sexta-feira em Condeixa, inclui a apresentação de 10 espectáculos até ao dia 25.

Apresentado hoje no átrio dos Paços do Concelho de Condeixa, o programa abrange 21 sessões, todas a realizar no Cine-Teatro da vila, nove das quais destinadas à comunidade escolar.

“Mais do que uma iniciativa apenas do concelho, o festival já é uma referência da região”, salientou o presidente da Câmara Municipal, Nuno Moita, na conferência de imprensa de apresentação.

Nuno Moita recordou que o Festival Deniz-Jacinto teve a primeira edição em 2016, com o objectivo de homenagear a título póstumo o patrono, “um dos mais importantes teatrólogos portugueses”, nascido em Condeixa-a-Nova, e “motivar as pessoas a fazerem teatro”.

Por outro lado, “é necessário deixar o ‘bichinho’ do teatro nos mais jovens”.

Nuno Moita salientou que Deniz-Jacinto (1915-1998) foi “alguém bastante importante para o teatro, mas que também lutou pela democracia e pela liberdade”, o que, entre outras distinções, justificou a comenda da Ordem do Infante D. Henrique, que lhe foi entregue pelo Presidente da República Mário Soares, em 1988.

O autarca disse que o teatrólogo será um dos três criadores naturais de Condeixa-a-Nova que o município vai homenagear este ano, a par do pintor surrealista Manuel Filipe e do escritor Fernando Namora, no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril.

“Que no futuro este festival continue a trazer cada vez mais pessoas ao concelho”, preconizou, ao enfatizar que o teatro teve uma grande tradição local, sobretudo nos anos que se seguiram à Revolução dos Cravos, “a qual se foi perdendo com o tempo”, sendo o Festival Deniz-Jacinto, que a autarquia organiza em parceria com a Oficina de Teatro de Condeixa (OTC), uma aposta para recuperar a ligação popular a essa arte de palco.

Desta vez, o programa conta com a participação de companhias exclusivamente nacionais, das quais a Ajidanha já actuou em várias edições anteriores.

Além da companhia anfitriã e da congénere de Idanha-a-Nova, estão presentes TeatroEsfera, Paulo Azevedo (natural de Condeixa, com uma co-produção com Terra Amarela), Criart, Primeira Pedra, Historioscopio e Óperatória.

O festival, que inclui a “Noite de Comédia Deniz-Jacinto”, por Sofia Bernardo, no dia 24, conta ainda com outras actividades, como um ateliê de escrita criativa, no dia 07, uma oficina de criação teatral, no dia 10, e um ‘workshop’ de ‘stand up comedy’, de 17 a 24 de Fevereiro, que encerrará com um espectáculo.

Nuno Moita revelou que o município vai investir 50 mil euros na realização do Festival de Teatro.

No encontro com os jornalistas, intervieram também a vereadora da Cultura, Ana Manaia, a responsável do Museu Portugal Romano de Sicó (PO.RO.S), Ana Valadas, e a directora da Oficina de Teatro de Condeixa, Diana Lima.

Na juventude, enquanto estudante da Universidade de Coimbra, Manuel Deniz-Jacinto foi presidente da Associação Académica de Coimbra e do Orfeon Académico de Coimbra, tendo sido igualmente um dos fundadores do Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra (TEUC).

Lusa


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM