29 de Fevereiro de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Guilherme Batista: de Soure para a final do The Voice Portugal este domingo

6 de Janeiro 2024

Com uma voz doce e irreverente, Guilherme Batista tem vindo a dar cartas no programa televisivo The Voice. Depois de nas provas cegas ter virado três das quatro cadeiras, de actuações inesquecíveis nas galas ao vivo, o jovem, natural de Soure, é agora um dos cinco finalistas do concurso, e um potencial vencedor. A grande final do The Voice está marcada e vai realizar-se este domingo (7), em directo na RTP1.

No alto dos seus 17 anos, Gui, como é carinhosamente conhecido, tem um sonho: o sonho de viver da música, com a música e para a música. E apesar da tenra idade, as ideias parecem bem cimentadas. Frequenta aulas de canto, toca guitarra e piano e transpira musicalidade.

Apesar de só agora se ouvir falar no seu nome, a ligação à música não é recente. Afinal, já palmilha os meandros do rock e da pop desde pequeno. Faz parte de uma banda com três amigos, os “Anónimos”, e tocam por Coimbra, em bares e festas. Participou noutro concurso de talentos, mas “foi uma desilusão”. Chegou mesmo a pensar em desistir da música. No entanto, foi o pai que o desafiou a inscrever-se mais uma vez num concurso de talentos, desta vez no The Voice, e tentar seguir o seu sonho.

Um apoio “incondicional”, que revela ter “um peso incalculável” não só na sua “confiança como também na vontade de trabalhar mais e melhor”. Acredita que o The Voice Portugal pode mudar a sua vida, proporcionar-lhe uma visibilidade do seu trabalho no mundo da música que de outra forma seria difícil de alcançar, pelo menos tão rapidamente.

Guilherme Baptista canta desde pequeno e sempre ouvira elogios à sua voz, e foi o gosto pela área que o levou a inscrever-se nas aulas de canto, desde então, o sonho não parou. Quando lhe puseram uma guitarra no colo sentiu uma ligação ao instrumento e a partir daí foi treinando sozinho. “Encontrei a forma de me expressar”.

Semana após semana, Guilherme tem conseguido conquistar cada vez mais público que tem votado no jovem sourense para seguir o seu caminho no programa musical. E espera-se agora que no próximo domingo alcance o título de vencedor de mais uma edição de um dos concursos de talentos mais aclamado da programação televisiva nacional. Tarefa difícil? Sim. Impossível? Nada disso!

Se na prova cega, o jovem oriundo de Casal de São Pedro, na freguesia de Figueiró do Campo, arrancou rasgados elogios pela sua interpretação de “Nothing Compares 2 U” de Sinéad O’Connor, que o levaram a fazer parte da equipa liderada por Fernando Daniel. Ao longo do programa interpretou canções como “Reason”, dos Hoobastank, na 1ª Gala em directo do The Voice Portugal 2023, “Ouvi Dizer” dos Ornatos Violeta, “Sweet Child O’ Mine” dos Guns N’ Roses e, em dueto com o seu mentor, “Creep” dos Radiohead, ou “It’s my life”, de Bon Jovi.

Apesar dos nervos serem difíceis de esconder, o concorrente mais jovem do programa garante que tentará conseguir uma boa prestação. E como em Sicó não há só bons vinhos, queijos afamados e produtos endógenos de qualidade superior, esperamos que o grande vencedor do The Voice Portugal seja mais um elemento identificativo da região.

ANA LAURA DUARTE

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM