12 de Abril de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Alvaiázere: Financiamento do PRR dinamiza incubadora

18 de Novembro 2023

A Plataforma Empresarial Alvaiázere + foi contemplada com um financiamento de 150.000 euros, o máximo disponível, no âmbito da candidatura do Município aos ‘Vales para Incubadoras e Aceleradoras’, medida incluída no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e destinada a criar condições para que aquelas possam investir no seu desenvolvimento, tenham à disposição mais recursos e estejam mais actualizadas no seu conhecimento.

Entre os objectivos a alcançar estão a melhoraria das condições do espaço físico da incubadora, através da formação, capacitação e mentoria; permitir que os empreendedores possam angariar financiamento através da banca, business angel, capital de risco, e também através de candidaturas a programas comunitários; bem como reforçar a rede de parceiros, nomeadamente, de contabilidade, recursos humanos, serviços legais, design e propriedade intelectual.

“A incubadora faz parte do nosso sistema empresarial, que denominámos de Alvaiázere +, e no âmbito da sua dinamização candidatamo-nos a esta medida do PRR que nos vai permitir realizar uma série de actividades que vão potenciar quer o apoio aos empreendedores quer a própria capacitação”, refere o presidente da Câmara, João Paulo Guerreiro.

A verba assegurada vai possibilitar apoiar programas de ignição ou de aceleração, realizar dois bootcamps de aceleração de negócios; realizar uma missão a Madrid (Espanha) enquadrada na área do turismo e dos produtos endógenos; apoiar o reforço de recursos humanos adstritos à incubadora; e ainda marcar presença na Web Summit, que decorreu esta semana em Lisboa, para encontrar soluções no âmbito do turismo e na área de produtos endógenos, contactando com potenciais investidores.

A implementação da medida ‘Vales para Incubadoras e Aceleradoras’, lançada pela Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) e contemplada com uma dotação total de 20 milhões de euros, procura criar condições para que as incubadoras/aceleradoras possam investir no seu desenvolvimento, nomeadamente tecnológico, terem à sua disposição mais recursos e estarem mais actualizadas no seu conhecimento e nas suas capacidades, nomeadamente no apoio a startups com modelos de negócio assentes no digital.

“Acho que é uma medida muito importante e acertada, porque é vocacionada para as empresas, para criar riqueza, e esperamos que tenha um efeito multiplicador naquilo que é o investimento no território”, salienta o autarca ao TERRAS DE SICÓ, considerando que as empresas têm um papel fundamental no principal objectivo de “contrariar a tendência demográfica, e sabemos que para atrair e fixar pessoas é preciso ter emprego para elas”.

A Plataforma Empresarial Alvaiázere + já incubou mais de uma centena de empresas e “neste momento temos cerca de 80 empresas incubadas, entre incubação física e virtual”.

João Paulo Guerreiro explica que a incubadora, “de excelência”, está a acolher novas empresas, depois da Bio Green Woods, que tinha ocupado “grande parte da infra-estrutura, mas já migrou para a Área Empresarial”, estar libertar espaço. “Estamos a ficar com salas disponíveis que irão ser ocupadas pelas empresas que tínhamos em lista de espera e que necessitam desse espaço físico para potenciar a sua actividade”, elucida o edil.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM