18 de Julho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Condeixa: Limpeza de vegetação deixa à vista aqueduto romano

8 de Janeiro 2023

O antigo aqueduto romano de Conímbriga está de novo visível junto às Ruínas após a União das Freguesias de Condeixa-a-Velha e Condeixa-a-Nova ter procedido a trabalhos de limpeza da extensa vegetação que o envolvia.

O aqueduto terá sido construído no século I d.C., inserido no projecto de urbanização daquela cidade romana, levando a água desde Alcabideque, onde era captada por uma represa e respectiva torre – Castellum – até Conímbriga, na distância de cerca de três quilómetros, numa conduta ora subterrânea ora assenta numa sapata junto ao solo, até aos últimos 170 metros onde passava a correr sobre arcos.

“É um património histórico muito relevante que desta forma queremos ajudar a valorizar, permitindo às nossas gentes e aos visitantes conhecê-lo de perto. Com esta intervenção junto a Conímbriga deixámos de novo à vista esta verdadeira obra de engenharia já com impressionantes 20 séculos”, realça o presidente daquela união de freguesias, Paulo Simões, salientando que a intervenção é também uma forma de apoiar a promoção da candidatura da estação arqueológica a Património Mundial da UNESCO.

O ‘conjunto dos restos do aqueduto romano de Conímbriga e do Castellum de Alcabideque, abrangendo todo o sistema de captação de águas’, como é designado pela Direcção-Geral do Património Cultural, encontra-se classificado como monumento nacional desde 1967.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM