12 de Julho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Dicas para não engordar muito no final do ano!

12 de Dezembro 2022

Como a telemedicina e as consultas online vem melhorando a vida da população no controle à obesidade.

Com a chegada inesperada de uma pandemia que parou o mundo por conta da propagação do novo coronavírus (covid-19), a população, de um modo geral, se viu obrigada a repensar seus costumes. E com a medicina não foi diferente. Enquanto as pessoas mantinham o hábito de consultarem seus médicos e fazerem exames rotineiramente, de repente se viram obrigadas a ficarem afastadas de consultórios e a evitarem, ao máximo, ambientes hospitalares como forma de preservarem sua saúde em relação ao vírus que estava do lado de fora. As consultas online tornaram-se essenciais, então, para garantir a saúde das pessoas.

Nesse cenário, ganhou força o artifício da telemedicina que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), “é a prestação de serviços de saúde por profissionais de saúde que usam tecnologias de informação e de comunicação para a troca de informações válidas para diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças e lesões”.

Usando a tecnologia, os profissionais da área médica têm acesso a um processo avançado para monitoramento dos pacientes. Além disso, analisam resultados de exames, trocam informações médicas, fabricam laudos conclusivos e enviam de volta a seus pacientes virtuais. E o melhor é que tudo isso acontece à distância.

Um sistema de saúde mais confortável e fácil de usar

Estima-se que a categoria seja vista como uma forma de cuidar e, mais do que isso, que empreste, através da tecnologia, a assistência necessária através de chamadas de vídeo. Espera-se, em outras palavras, que a telemedicina seja uma alternativa para continuar oferecendo saúde de qualidade, em escala, mantendo os níveis de segurança aos pacientes. É, sem dúvida, um novo horizonte que vem se abrindo e, não há como negar, são muitas as vantagens que a proporciona aos médicos, aos pacientes e aos demais profissionais da saúde.

De facto, é importante se ter em mente que a telemedicina não é uma inimiga ou concorrente da medicina tradicional, mas um elemento para aprimorá-la, significando um avanço tecnológico na área médica, mas que continua dependendo do lado humano.

Nesse cenário das consultas virtuais, surge também em alguns países, a figura do aconselhamento médico e farmacêutico.

Como marcar uma consulta e comprar um tratamento para perder peso online

Através de estabelecimentos próprios, prestadores de cuidados de saúde e especialistas, cada um na sua área de actuação, passaram a expor os tratamentos e medicamentos existentes e adequados a cada paciente que os procuravam, facilitando o atendimento a pessoas que, impossibilitadas de saírem de casa, precisavam de assistência.

No caso do controle da obesidade, saber por onde começar a perder peso pode ser complicado. Mas com tratamentos personalizados e consultas adequadas, é possível se chegar a esse resultado.

O ciclo completo do atendimento vai desde o início da consulta com um médico, passando pela elaboração do tratamento a ser seguido e listagem de medicamentos a serem administrados, até a chegada das substâncias ao consumidor. Todo o processo promete demorar pouco e ser disponibilizado ao paciente o quanto antes.

Em se tratando de aconselhamento médico e farmacêutico, a proposta é de parceria entre paciente e especialista, independente da saúde que se deseja tratar seja física ou mental. Portanto, se o profissional considera que que a preferência escolhida pelo cliente pode não ser a correcta para si, sugerirá alternativas e, se não puder recomendar um tratamento específico ou entender que deve consultar um médico ou especialista pessoalmente, indicará alguém que possa fazê-lo.

Por outro lado, no caso do tratamento farmacológico para combate à obesidade especificamente, um dos maiores marcos da medicina é justamente o que activa o mecanismo da erecção, trazendo para o mercado medicamentos destinados a este fim, os quais vem se mostrando eficazes, satisfazendo a necessidade dos pacientes e de seus parceiros.

É indispensável, nesse aspecto, que haja a identificação da causa do problema, pois diante da informação, mais fácil se chegará à resolução.

A saúde é um direito de todos e, pronta para o cuidado do hoje e do amanhã, a era da medicina digital parece estar só começando, com promessas de entregar qualidade e segurança nos serviços prestados. Se é assim, então que venha o futuro.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM