18 de Julho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Pombal quer ser “mais verde, mais digital e mais atractivo ao investimento”

19 de Novembro 2022

“A nossa população está a ser altamente injustiçada”, afirmou Pedro Pimpão, referindo-se à falta de apoios nacionais após os incêndios de Julho deste ano que atingiram o concelho, com maior gravidade na freguesia de Abiul. A crítica foi feita durante a sessão solene do Dia do Município, que se realizou a 11 de Novembro, dia de São Martinho.

O autarca lamentou que as regras para aceder a estes apoios sejam “feitas de forma cega, a régua e esquadro em Lisboa”, o que coloca o concelho “fora dos apoios económicos e sociais, quando freguesias e concelhos limítrofes têm direito a esses apoios”, contestou o presidente da Câmara, afirmando que esta é “uma injustiça que não nos cansaremos de denunciar e que urge ser resolvida, para que a população do concelho de Pombal, e de Abiul em particular, não continue a ser prejudicada na retoma da normalidade das pequenas actividades económicas de que estão totalmente dependentes para a sua subsistência”, recordou.

No entanto, o autarca salienta o “esforço hercúleo para evitar uma tragédia maior” e mostra que a “comunidade pombalense é merecedora de todo o nosso empenho e dedicação”. Desta forma Pedro Pimpão aproveitou a efeméride para fazer um balanço do primeiro ano de mandato aos comandos da Câmara Municipal de Pombal e deu conta dos projectos traçados.

“Não há dúvidas de que o nosso melhor são as pessoas”, frisou, assumindo que é a pensar nelas que é preciso continuar a trabalhar, de forma a garantir-lhes todas as respostas necessárias à sua qualidade de vida. O autarca admite que “apesar de tantas contrariedades”, como a crise energética, económica e financeira, o aumento da inflação e a “crise social que se adensa”, assegura que “não nos limita na nossa ambição de fazermos mais e melhor por Pombal e pelas pessoas”, projectando o concelho em “três eixos de intervenção”, tornando-o “mais verde e sustentável, mais digital e inovador e mais atractivo ao investimento económico e à fixação de pessoas”.

Depois de ver o concelho recentemente reconhecido como o “mais sustentável do país”, Pedro Pimpão aproveitou a ocasião para anunciar “que foi aprovado no âmbito do FEDER um projecto de rearborização de espaços verdes e criação de ilhas sombra em espaço urbano”, e que, adicionalmente, “já avançamos com uma candidatura para criar o programa Pombal Orgânico, um projecto-piloto para recolha e tratamento de bio resíduos”.

No que toca à vertente digital, o autarca frisou o apoio ao comércio local, com a submissão de uma candidatura “na ordem dos dois milhões de euros” para a criação dos “bairros digitais”. E na vertente de atractividade, o presidente da Câmara Municipal anunciou que o município está “fortemente empenhado em diminuir e agilizar” processos, dando conta da criação da “via verde para o investimento” ou o lançamento do Guia do Investidor, “nas próximas semanas”. Iniciativas que pretendem “dar uma nova dinâmica ao gabinete de apoio ao investidor e desenvolvimento económico”. Frisando que o próximo ano deverá ser especialmente “dedicado à inovação, conhecimento e empreendedorismo”.

Durante a sua intervenção, Pedro Pimpão relembrou a intenção de fixar população jovem no território e para isso “este ano avançámos com o projecto e aprovação da candidatura de um apelativo espaço cowork que será uma realidade em 2023 e de uma residência de estudantes, que vai dotar Pombal de 42 camas”. Dois investimentos “em pleno centro histórico da cidade”, congratula-se, salientando que o executivo está “fortemente empenhado em que o ensino superior se assuma como uma realidade consolidada, valorizando Pombal como um polo de inovação e conhecimento”.

Ainda com foco no desenvolvimento de um plano estratégico para a década 2030, Pedro Pimpão lançou o desafio para que todos os pombalenses contribuam com sugestões para o concelho, convidando-os a participar “nas várias sessões que estão a ser promovidas”, de forma a “construir e implementar uma estratégia integrada e mobilizadora que contribua cada vez mais para tornar o concelho uma referência”.

A cerimónia comemorativa do Dia do Município serviu, ainda, de palco para a distinção de 11 funcionários da autarquia, com a medalha de bons serviços e dedicação, grau prata, mas também perto de duas dezenas de personalidades, empresas, instituições e colectividades que têm contribuído para o desenvolvimento do concelho. No total foram entregues 14 medalhas de mérito municipal, grau prata. Por sua vez, Abel Moutinho, Carlos da Conceição Carvalho e o centenário Sporting Clube de Pombal foram agraciados com medalhas de mérito, grau ouro.

ANA LAURA DUARTE

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM