12 de Julho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Pombal: Câmara defende igualdade de tratamento das populações afectadas pelos incêndios

14 de Outubro 2022

A Câmara Municipal de Pombal considera imperioso que o Governo inclua a freguesia de Abiul nas medidas de apoio em consequência dos danos causados pelos incêndios florestais e manifesta, “de forma expressa e veemente, a sua total discordância perante o tratamento desigual que a decisão encerra em si próprio, no que respeita, essencialmente àquele território do concelho”.

Numa nota hoje divulgada, a autarquia recorda que o concelho de Pombal, nomeadamente a freguesia de Abiul, foi assolado por um incêndio de enormes dimensões, que se estendeu aos concelhos vizinhos de Ansião e Alvaiázere, que destruiu cerca de 1. 123 hectares, correspondente a cerca de 20% daquele território.

Do referido incêndio, resultaram naquela freguesia, “avultados prejuízos que ascendem a mais de cinco milhões de euros distribuídos por intervenções de estabilização de emergência pós-incêndio no valor de 356.540 euros; prejuízos florestais de 3.780.000 euros; prejuízos nas estruturas agrícolas afectadas de 1.853.795 euros; e prejuízos habitacionais de 116.500 euros”.

A freguesia de Abiul confina com as freguesias de Santiago da Guarda e de Almoster, pertencentes aos concelhos de Ansião e Alvaiázere, respectivamente, sendo que as localidades de cada uma desses territórios são divididas em grande parte das situações por uma estrada, formando uma comunidade única, independentemente do concelho a que pertencem.

“Ora, face à deliberação do Conselho de Ministros do passado dia 15 de Setembro, resulta a exclusão do concelho de Pombal dos apoios definidos, levando a que as pessoas da mesma zona, com os mesmos prejuízos, possam ter tratamentos diferenciados, consoante o concelho que integram. Podemos mesmo chegar ao extremo em que pessoas que vivem ‘porta com porta’, tenham tratamentos distintos”, sustenta a edilidade, sinalizando que “tais tratamentos desiguais, conduzem, naturalmente, a enorme revolta e incompreensão dos cidadãos”.

A freguesia de Abiúl é o único território de baixa densidade do concelho de Pombal, e uma das freguesias com maior taxa de envelhecimento da sua população, onde, “apesar da presença de um resiliente tecido empresarial, persiste, maioritariamente, uma frágil economia de subsistência com especial pendor no sector primário”.

A Câmara Municipal de Pombal afirma que “estará sempre ao lado das suas populações na defesa dos seus interesses, que entendemos que não estão devidamente acautelados, face a esta deliberação governamental”, lembrando que a população da freguesia de Abiul “sentiu as agruras de uma calamidade, sentiu-se abandonada durante o combate ao incêndio e neste momento, sente-se novamente desamparada”.

Num ofício dirigido ao primeiro-ministro, e aos ministros da Administração Interna; do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social; das Infraestruturas e da Habitação; da Coesão Territorial; e da Agricultura e Alimentação, a Câmara Municipal afirmar aguardar “expectante que o Governo, e as entidades competentes, tudo façam para que os habitantes da freguesia de Abiul e do concelho de Pombal também tenham os devidos apoios para fazer face aos gravosos prejuízos que afectaram a população”.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM