30 de Novembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Condeixa projecta rota das espreguiçadeiras panorâmicas

6 de Agosto 2022

A Câmara de Condeixa pretende criar uma rota das espreguiçadeiras panorâmicas, tendo instalado o primeiro equipamento do género na Serra de Janeanes, na freguesia de Zambujal.

“É o pontapé de saída numa ideia que visa aproveitar os pontos panorâmicos do concelho e potenciá-los enquanto factor de atracção turística”, afirmou ao TERRAS DE SICÓ o presidente da autarquia, Nuno Moita.

Numa época de crescente procura de novas formas de lazer ao ar livre, a rota alternativa a criar “unirá” diversos miradouros do concelho, possibilitando contemplar “paisagens deslumbrantes e sítios de calmaria, para além do pôr-do-sol”.

Serra de Janeanes, Senhora do Círculo, Buracas do Casmilo ou Vila Seca contam-se entre os locais referenciados para avançar numa primeira fase com cerca de uma dezena de “confortáveis” espreguiçadeiras em madeira de tamanho familiar.

A espreguiçadeira da Serra de Janeanes localiza-se junto ao reabilitado moinho de vento e ao parque de merendas recentemente contruído e inaugurados a 24 de Julho passado, no âmbito das celebrações do Dia do Município.

Passadiços no rio dos Mouros

A construção de passadiços em madeira nas margens rio dos Mouros, junto a Conímbriga, vai também, finalmente, avançar, adjudicada que está a empreitada, depois de um primeiro concurso público ter ficado ´vazio’.

A obra terá a extensão de cerca de 700 metros, com início próximo de Conímbriga, e permitirá aceder à cascata de água do rio dos Mouros existente a montante da ponte das ruínas, uma das principais atracções do património natural do concelho.

Desenvolvendo-se ao longo da margem do rio, o trilho a beneficiar integrará três passadiços em madeira, com extensões diferenciadas e algumas estruturas também em madeira, elementos unidos por troços do caminho existente.

O projecto, financiado por fundos comunitários, tem como objectivo a melhoria das condições de conforto e de segurança para quem passa naquele percurso.

Realçando que a obra valoriza a componente natureza existente no concelho, Nuno Moita estima que os trabalhos estejam concluídos no segundo semestre do próximo ano.

“Novo” moinho na Serra de Janeanes

O moinho de vento da Serra de Janeanes está reabilitado e à disposição dos visitantes. Há muito degradado, a tempestade Leslie, em Outubro de 2018, parecia ditar-lhe a sentença fatal.  Porém, adquirido anteriormente pela Câmara a um particular, a sua posterior recuperação permite agora ter de volta um “dinossauro da indústria europeia”. O “novo” moinho foi inaugurado a 24 de Julho.

O que restava do moinho foi desmontado, “peça por peça, numeradas, levadas para estaleiro, limpas uma por uma, e recuperadas uma por uma”, antes da remontagem o local, explicou Jorge Miranda, da empresa Etnoideia, responsável pela recuperação do moinho, e da Rede Portuguesa de Moinhos.

Construído pelo moleiro António Bispo, em 1948, já sobre um outro existente no mesmo local, o moinho é um exemplar “muito parecido” com o protótipo espalhado pela Europa no século XI, com a ‘rota da seda’, um “dinossauro da indústria europeia”, lembrou na inauguração aquele especialista em molinologia, com formação em Antropologia.

Jorge Miranda assegura que se ali regressasse, o moleiro encontraria “tudo no seu devido lugar”, constituindo a reabilitação uma reposição fiel do modelo original, “uma peça extraordinária com muita história por trás”.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM