8 de Dezembro de 2021 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Pombal: Santa Casa da Misericórdia inaugura Residência Sénior Senhora do Cardal

15 de Novembro 2021

A Santa Casa da Misericórdia de Pombal inaugurou a Residência Sénior Senhora do Cardal no passado sábado, 13 de Novembro.

Joaquim Guardado, provedor da Santa Casa da Misericórdia, confessou que a instituição ” sente-se feliz, neste dia, pela obra que é um marco no mandato desta mesa administrativa e uma referência na vida da Misericórdia de Pombal”.

A inauguração da Residência Sénior Senhora do Cardal contou com a presença de muitos convidados, tendo iniciado com a actuação do Coro de Câmara Voz Nua. Depois da bênção do edifício, presidida por D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra, e da visita às instalações, a sessão solene contou com a intervenção de Joaquim Guardado; D. Virgílio Antunes; João Paulo Pedrosa, director da Segurança Social de Leiria; Pedro Pimpão, presidente da Câmara Municipal de Pombal; António Brito, deputado federal do Brasil e Manuel Lemos, presidente da União das Misericórdias Portuguesas.

Na sessão solene, o provedor da Misericórdia de Pombal sublinhou que “a Misericórdia avançou com a construção da Residência Sénior numa missão de solidariedade e de colaboração com a população de Pombal e, naturalmente, com a autarquia e com o Estado. O que mais nos motiva é criar o melhor ambiente para os nossos idosos”.

“Esta é uma obra que visa colmatar uma das carências da freguesia e do concelho assim como diminuir a vasta lista de espera de pedidos de internamentos na valência de lar”, disse ainda Joaquim Guardado.

D. Virgílio Antunes, por sua vez, destacou “a honra de poder participar na inauguração de uma estrutura como esta, dentro de uma instituição que já tem vindo a fazer tanto e continuará a fazer pelas pessoas mais desfavorecidas, mais necessitadas, mais frágeis da nossa sociedade”, destacando ainda “o enormíssimo exemplo de vida que o senhor doutor Joaquim Guardado nos tem dado, tanto naquilo que se refere Santa Casa da Misericórdia de Pombal, como nas outras atribuições que tem, por serem lugares onde se sente de modo especial aquilo que pode ser a atenção que se pode dar às pessoas mais fragilizadas. Percebo que são a menina dos seus olhos, são os seus filhos e filhas e isso só pode encher-nos de alegria, por vermos que na nossa sociedade vão surgindo pessoas que assumem esta forma de cuidar dos outros”.

Já João Paulo Pedrosa, director da Segurança Social de Leiria, afirmou ser a comunidade de Pombal “quem está de parabéns hoje, por poder usufruir desta resposta”, disse felicitando a Santa Casa da Misericórdia de Pombal pelo “trabalho que tem feito para edificar um conjunto de respostas tão importantes como as que têm dado à população mais carenciada”.

Também presente, Pedro Pimpão disse que irá guardar “este momento no álbum das boas recordações”, considerando ser esta “uma obra importante para o concelho, dada a necessidade urgente de aumentarmos as respostas à população mais idosa”, sem deixar de destacar a “excelência das equipas de trabalho da Santa Casa da Misericórdia, pessoas que tão bem conheço e a quem reconheço enorme competência e dedicação”.

“Está aqui a concretização de um sonho que se tornou realidade porque houve um sonhador, Joaquim Guardado, que com a sua liderança e resiliência tornou este sonho possível. É um enorme privilégio para a nossa comunidade poder contar com uma personalidade com a sua competência, conhecimento, vontade férrea de inovar, a que alia uma enorme paixão por esta terra e que é merecedor do nosso tributo e
reconhecimento”, sublinhou ainda o edil.

António Brito, um “amigo das Misericórdias Portuguesas”, demonstrou a felicidade de estar presente nesta sessão, destacando o “carinho desta Unidade”, agradecendo ainda por lhe ser permitido “ver que as Misericórdias continuam e continuam a cuidar dos nossos idosos”.

“Este lar que hoje aqui inauguramos é bem a marca do Futuro”, a afirmação é de Manuel Lemos, frisando que “vamos ter cada vez mais velhos, mas só vale a pena durarmos mais tempo se o fizermos com dignidade, com qualidade. Unidades como esta vão ser sempre necessárias. É importante que casas como esta existam. Mas, de cada vez que construímos uma casa destas devemos fazê-lo olhando para o futuro”.

A terminar a sessão solene, a Santa Casa da Misericórdia de Pombal ofereceu aos oradores uma imagem em barro da Senhora do Cardal, padroeira de Pombal,  e que dá o nome à nova Residência Sénior.

A sessão encerrou com  actuação do Coro de Câmara Voz Nua, que interpretaram duas peças: O Silêncio de David Miguel e Ave Vera Virginitas de Jospuin des Prez.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM