8 de Dezembro de 2021 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Alvaiázere: Alva Canto tem este sábado concerto comemorativo do 25.º aniversário

19 de Novembro 2021

O auditório da Casa Municipal da Cultura, em Alvaiázere, vai ser palco amanhã, sábado (20), pelas 18h00, do concerto comemorativo dos 25 anos da Alva Canto – Associação de Cultura, criada em 1996.

“O espectáculo vai ser muito alicerçado no que é a existência do Coral Alva Canto, porque é ele que justifica a existência da associação”, refere o presidente da direcção, Manuel Lourenço, adiantando que o evento mobiliza elementos das diversas valências da instituição.

O surgimento da Alva Canto – Associação de Cultura está estritamente relacionado com a sua primeira valência – o grupo coral – que, aliás, antecede a existência da própria instituição.

O Coral Alva Canto nasceu em Setembro 1995 e o seu surgimento constitui a génese da Alva Canto – Associação de Cultura, que haveria de ser constituída por escritura notarial celebrada em 2 de Fevereiro de 1996.

No evento de amanhã, em palco, para além do Coral Alva Canto, vão estar o Coro Infanto-Juvenil de Alvaiázere e o Coro da Canto Firme de Tomar, grupo que há 25 anos “apadrinhou” a estreia do Alva Canto.

Para este espectáculo de evocação de memórias, a direcção da Alva Canto convidou antigos coralistas e maestros a assistir e a participar no concerto.

A comemoração do quarto de século fica ainda marcada pelo lançamento em breve de um livro que reunirá testemunhos de antigos dirigentes, o nome de todos os membros os órgãos sociais desde a fundação, um compêndio de todos os artigos sobre a associação publicados ao longo dos anos no jornal O Alvaiazerense e um dvd de um concerto gravado em 2017.

O tempo é de festa e de regresso à normalidade, após os tempos difíceis provocados pela covid-19, mas “a retoma está a revelar-se positiva”.

“As pessoas estavam ansiosas por voltar”, admite Manuel Lourenço, sublinhando que o Coral Alva Canto, o Coro Infanto-Juvenil, a Academia de Música e o grupo de teatro “estão todos em plena actividade”, mobilizando cerca de oito dezenas de elementos, “mais gente do que antes da pandemia”.

Eleições no dia 26

A Alva Canto tem eleições marcadas para o próximo dia 26 e Manuel Lourenço assume ao TERRAS DE SICÓ que pretende continuar à frente dos destinos da associação.

“Tenho intenção de me voltar a candidatar porque o projecto da Academia de Música tem de ser consolidado e, se possível, fazê-lo crescer, afirmando-o em definitivo”, justifica o dirigente.

Consolidar é a palavra de ordem de Manuel Lourenço para o futuro da associação. “Pretendemos consolidar as quatro valências que temos, permitir que possam crescer, ter mais actividade e diversificar o leque do que apresentam, porque achamos que existe ainda margem de progressão nesse sentido”, frisa o presidente da direcção, às portas de novo mandato.

Em matéria de apoios, a Alva Canto não tem razão de queixa. “Fazemos tudo para não sermos subsídio-dependentes, sempre que é possível fazemos por ter actividades que nos consigam gerar receitas, gostamos de poder ter a nossa autonomia financeira. No entanto, o nosso trabalho seria muito mais difícil se não tivéssemos os apoios que recebemos, nomeadamente do Município de Alvaiázere, que é o nosso principal financiador e suporte logístico”, salienta o dirigente, realçando ainda os contributos da Fundação Inatel, juntas de freguesia e Direcção Regional de Cultura do Centro.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM