22 de Setembro de 2021 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Ansião: “Da Infância Feliz à Vida Maior” esteve em reflexão

13 de Setembro 2021

Decorreu, no passado dia 8 de Setembro, no Auditório da Câmara Municipal, o encontro de reflexão social “Da Infância Feliz à Vida Maior”, promovido pelo Município de Ansião, através do seu pelouro de Acção Social.

“Com este encontro pretendeu-se reflectir e partilhar, por um lado, aquilo que resulta das inquietações de pais, educadores e técnicos e, por outro, os conhecimentos e a experiência de quem investiga, trabalha e pensa sobre estas questões”, refere em nota o município.

Tendo decorrido simultaneamente nos formatos presencial e telemático, a sessão de abertura teve a participação do director do Centro Distrital da Segurança Social de Leiria, João Paulo Pedrosa; da directora do Agrupamento de Escolas de Ansião, Ermelinda Mendes; da directora-adjunta do Centro de Emprego e Formação Profissional de Leiria, Paula Valente; do coordenador da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Ansião, Antonino Santos e da vereadora da Acção Social da Câmara Municipal de Ansião, Cristina Bernardino.

O primeiro painel de discussão, subordinado ao tema “Infância feliz” e moderado pela directora do Agrupamento de Escolas de Ansião, desenvolveu-se em vários momentos: “Os pais de hoje: que desafios?”, por Ana Mineiro, da Geslearning; “Aprender na escola e na comunidade através do brincar e ser activo”, por Carlos Neto, da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa; e “Os jovens e as dependências – o que é novo nas questões de sempre?”, por Ana Filipa Soledade, da Divisão de Comportamentos Aditivos e Dependências da Administração Regional de Saúde do Centro.

“Vida Maior” foi a temática do segundo painel, moderado pelo músico e maestro Virgílio Caseiro e conduzido por Cláudia Rodrigues, da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, que se debruçou sobre “Violência Doméstica – como o profissional pode (re)agir”; João Mota, do Município de Alcobaça, que convidou à reflexão sobre “O papel da comunidade no processo de empoderamento de Vítimas de Violência Doméstica”; Raquel Gomes, da Sociedade Artística Musical dos Pousos, a partir do tópico “SAMP Contigo – Porque a música penetra mais fundo na alma humana” e Edmundo Martins, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que desenvolveu a ideia de que a “Cidadania não tem idade”.

Cristina Bernardino encerrou a sessão, à qual se seguiu a abertura da exposição “Em Bem Não, Acorda a Arte!”, patente no Centro Cultural de Ansião e composta por trabalhos realizados pelos utentes das diversas instituições de solidariedade social do concelho.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM