30 de Julho de 2021 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Alvaiázere: Futuro parque botânico deverá perpetuar Mário Lousã

19 de Junho 2021

O futuro parque botânico a nascer da requalificação da Mata do Carrascal, na orla urbana da vila de Alvaiázere, deverá vir a adoptar o nome de Mário Lousã, um dos mais conceituados botânicos nacionais e que dedicou parte do seu trabalho à valorização do património natural local.

A revelação foi feita pela presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere na cerimónia comemorativa do Dia do Concelho, no passado domingo (13), na qual o professor catedrático jubilado foi agraciado com a Medalha Municipal de Mérito.

A obra de requalificação daquela mata, de inegável valor ambiental e paisagístico, terá o concurso público lançado “em breve”, num investimento de cerca de 350.000 euros, financiados em 85% por fundos comunitários do Centro 2020.

O projecto pretende transformar a área de perto de 14 hectares num parque botânico que concilie a componente de visitação turística e pedagógica com o lazer associado a uma zona verde urbana, próxima de diversos equipamentos, como as piscinas municipais ou o pavilhão gimnodesportivo.

“É minha intenção propor à Câmara Municipal a atribuição do nome do professor [Mário Lousã] a este novo parque que nascerá no centro da vila”, afirmou Célia Marques.

Mário Lousã, de 81 anos, é filho de alvaiazerenses e professor catedrático jubilado do Instituto Superior de Agronomia, em Lisboa. Reputado botânico, as suas investigações científicas e a extensa obra publicada correram mundo, sendo Alvaiázere o foco central das pesquisas sobre o património natural.

A medalha de mérito municipal que lhe foi entregue no passado domingo deve-se “não só pela sua dedicação ao estudo do nosso património florístico, mas também pelo seu envolvimento no tecido associativo do concelho na promoção e defesa desta riqueza natural”, justificou o autarca, sublinhando o “tanto que tem contribuído para o conhecimento científico deste território cársico”.

O Dia do Concelho ficou ainda assinalado pela inauguração da nova praça junto à igreja matriz, incluída nas obras de regeneração urbana do centro da vila.

“Em Alvaiázere quisemos recuperar a história e intervimos no espaço central, sempre com total respeito pela identidade local deste espaço público. Quisemos recuperar a praça que em tempos aqui existiu e que é tão necessária à nossa comunidade”, disse a presidente da Câmara.

Dia de acreditar

Segundo a autarca, o Dia do Concelho é também “o dia de olhar para o futuro”, e de  “acreditar” numa população “mais unida e defensora deste território”, na continuidade de um tecido associativo “empenhado no seu papel dinamizador cultural e desportivo”, em instituições sociais que “saberão apoiar as famílias à semelhança do que tem vindo a fazer”, em empresas que terão “a resiliência necessária para a manutenção dos seus projectos e que continuarão a crescer e a reinventar-se”, e atrair novas empresas para o concelho.

O Município agraciou ainda com Medalhas do Concelho cinco entidades com estruturas residenciais para idosos – Associação da Casa do Povo de Alvaiázere, Associação Casa do Povo Maçãs de Dona Maria, Santa Casa da Misericórdia de Alvaiázere, Conchego de Alvaiázere e São Jorge II –, bem como a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alvaiázere e o Centro de Saúde de Alvaiázere, “em sinal de reconhecimento e de gratidão pelo árduo e hercúleo trabalho prosseguido na salvaguarda e protecção do bem-estar e da saúde dos seus utentes, nestes tempos de pandemia”.

Na sessão comemorativa do Dia do Concelho, realizada na nova praça e na presença do secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, foi ainda apresentado o livro que evoca a tradição alvaiazerense das marchas de Santo António, no período entre 1994 e 2019. “São 26 anos de história, de tradição e de envolvimento da comunidade. Trata-se de um registo histórico para o futuro, um legado que vos deixo e que vai passar para outras gerações”, referiu o autor da obra, Agostinho Gomes, actual vice-presidente da autarquia.

A Câmara entregou também os prémios do concurso gastronómico “Alvaiázere Sabe Bem”, sobre o qual foi editado um livro que compila imagens e as deliciosas receitas da iniciativa.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM