30 de Novembro de 2020 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Penela: Centro de Estudos preserva veia historiadora de Salvador Dias Arnaut

21 de Novembro 2020

Foi a 27 de Novembro de 2010 que o Centro de Estudos de História Local e Regional Salvador Dias Arnaut (CEHLRSDA) abriu portas em Penela, próximo dos Paços do Concelho. Uma década passada, o balanço da actividade desenvolvida é “extremamente positivo” e um “exemplo vivo e concreto de que pode haver uma comunhão entre a sociedade civil e as entidades públicas em prol da comunidade”, realça ao TERRAS DE SICÓ Salvador Manuel Arnaut, neto do médico e historiador.

O espaço fora outrora casa de família do professor universitário. “A criação do CEHLR resultou de um acto generoso da família do professor SDA, em especial de seu neto, Salvador Manuel, que reproduzindo o sentido de despojamento de bens materiais do seu avô, decidiu transformar a casa de residência de Penela num espaço de criação, fruição e divulgação da História Local e Regional, uma das áreas de investigação e estudo a que se dedicou o saudoso professor”, explica Margarida Sobral Neto, coordenadora científica do centro, na publicação ‘Acervos patrimoniais, novas perspectivas e abordagens’.

Salvador Dias Arnaut nasceu em Penela em 1913. Filho de farmacêuticos, licenciou-se em Medicina corria o ano de 1940. “O tempo em que cursou medicina ocupou-o no estudo dos livros das especialidades médicas, adquirindo uma formação que cultivou ao longo da vida. Os estudos médicos não saciavam, porém, as suas inquietações relativas ao conhecimento dos homens. A formação humanística exerce sobre SDA um forte apelo, tanto na vertente literária como na histórica”, descreve o mesmo texto.

Os frutos da vocação de historiador de Salvador Dias Arnaut estão espelhados no acervo patrimonial de 16.000 volumes que constituem a sua biblioteca, diferenciando-se as perto de 5.000 monografias locais da quase totalidades dos municípios portugueses, cedido pela família pelo período de 20 anos, renováveis, para a constituição do centro de estudos.

“O principal fundamento foi honrar e dignificar a vida e obra do meu avô”, sintetiza Salvador Manuel, enquanto a professora catedrática Margarida Sobral Neto assinala na referida publicação que “o contributo valiosíssimo que o professor Salvador Dias Arnaut deu para o conhecimento da História de Penela e da sua região, bem como para a história das comunidades locais que integram o país, configura-se como razão suficiente para a criação de um centro de História Local e Regional”.

O espaço vinha acolhendo, até a pandemia chegar, diversas acções e iniciativas, como lançamentos de livros, exposições, momentos musicais ou a realização mensal de um Seminário Permanente de História Local e Regional, de promoção e divulgação do conhecimento histórico de índole local e regional. “Sessões com um conjunto de pessoas de elevadíssima craveira científica”, regista Salvador Manuel, notando que “as próprias actas de todas as intervenções, a serem publicadas, tenho a certeza absoluta darão um livro de altíssimo nível científico”.

“Nestes primeiros 10 anos tivemos coisas que correram menos bem e que nos vão servir como ensinamento e como estímulo para que as possamos corrigir. Daqui para a frente temos que abraçar a próxima década com enorme entusiasmo e, provavelmente, dar a conhecer o centro de estudos através da utilização de outras plataformas e outras tecnologias, adaptando-nos à realidade dos tempos de hoje”, preconiza o neto de Salvador Dias Arnaut, defendendo “outra dinâmica adaptada aos novos tempos”, que poderá passar pelo reforço da comunicação digital, pelo lançamento de estágios para alunos universitários, entre outros.

Sublinhando o “orgulho muito grande” em, com a decisão de avançar com o projecto, ter contribuído para “engrandecer a comunidade em geral e a região de Penela em particular”, Salvador Manuel Arnaut partilha a convicção de o tornar “ainda melhor e muito mais enriquecedor”, denotando “ambição e vontade” comum às entidades envolvidas em lhe dar azo.

Na próxima sexta-feira (27) assinala-se uma década de existência do CEHLRSDA, mas as circunstâncias epidemiológicas actuais não permitem festejos. “Infelizmente, Novembro veio traiçoeiro e as ideias que tínhamos em mente tiveram de ser canceladas”, lamenta Salvador Manuel, ainda assim apostado em continuar a divulgar à comunidade o centro de estudos, os seus propósitos e ambições.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com