21 de Outubro de 2020 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Soure homenageou “forças armadas” da saúde no Dia do Município

25 de Setembro 2020

Os profissionais de saúde foram as ‘figuras maiores’ do Dia do Município, em Soure, celebrado na passada segunda-feira (21) com vários condicionalismos que o tempo de pandemia impõe.

A autarquia homenageou a “generosidade” de cerca de quatro dezenas de médicos, enfermeiros e outros técnicos ligados ao sector que constituem “um grupo informal de voluntariado que nos ajudou a levar a cabo várias tarefas, como a realização de mais de 2.500 testes serológicos ou a elaboração de planos de contingência e de trabalho em diversas instituições, no comércio e na indústria”, destacou o presidente da Câmara, Mário Jorge Nunes, sobre uma meritória prestação… “paga com umas farturas e uns cafés”.

“Os profissionais de saúde são as melhores forças armadas que temos para combater uma guerra como esta”, elogiou o autarca, apelando à prevenção para travar a covid-19.

Para além de diplomas de reconhecimento àqueles profissionais, a edilidade atribuiu duas medalhas de mérito municipal, ao médico José Aníbal Barreiros, delegado de Saúde de Soure, e à enfermeira Cátia Gonçalves, pela dedicação demonstrada nos últimos meses.

“O dr. José Aníbal há 25 anos que conhece o concelho de Soure como poucos. É um dos nossos. Apesar de já poder estar aposentado, ainda continua a dar o seu melhor neste tempo difícil, 24 horas por dia, sete dias por semana, desde 29 de Fevereiro passado até hoje”, elogiou Mário Jorge Nunes.

Na resposta, o clínico afirmou que o desempenho “foi o trabalho normal como médico de saúde pública, não fiz mais que a minha obrigação. Tentei sempre fazer o meu melhor ao serviço da população”, frisou na sua habitual modéstia.

A circunstâncias do momento obrigaram este ano a deslocar a sessão solene para o átrio dos Paços dos Concelho, com um número limitado de convidados para permitir o distanciamento de segurança sanitária. Foi aí que também foram homenageados, como é tradição, os melhores alunos do ensino secundário do concelho: Andreia Noro (Instituto Pedro Hispano, 10.º ano), Pedro Mendes (Agrupamento de Escolas Martinho Árias, 11.º ano) e Diana Paredes (Instituto Pedro Hispano, 12.º ano). O autarca anunciou a aprovação nos próximos meses de um novo regulamento municipal que permita atribuir bolsas de estudo alargadas aos alunos do concelho a estudar no ensino superior.

“Afirmação dos sourenses”

Na sua intervenção, o presidente da Câmara insistiu que a realização das Festas de São Mateus “não foi uma questão de teimosia ou de afirmação de alguma instituição ou organização do concelho”, foi, sim “uma afirmação dos sourenses, de que com determinação, com resiliência, com fé, com vontade de viver, temos de nos adaptar. Essa determinação foi o elemento mais importante que senti em todos os membros da organização”, destacou.

Para Mário Jorge Nunes, o discurso no Dia do Município, a um ano de terminar o mandato, poderia ser o de expor projectos, ambições ou até fazer algumas promessas, mas “não é esse o momento”. “O tempo é de concentrarmos as nossas forças, de olharmos para o essencial”, porque “os tempos são difíceis e porventura vão ficar mais difíceis ainda”, alertou.

Pelo mesmo diapasão alinhou o pároco de Soure, José Cunha, apelando a que “sejamos fortes e esperançosos”.

Carlos Cordeiro, presidente da Associação Empresarial de Soure, admitiu que organizar este ano a mostra de actividades Fatacis, integrada nas Festas de São Mateus, foi difícil, “mas não desistimos” e apesar do mau tempo que se juntou nos primeiros dias aos entraves provocados pela pandemia, o certame “foi um sucesso”.

O presidente da Junta de Freguesia de Soure, membro da comissão organizadora do ‘São Mateus’, realçou na sua intervenção que realizar as festas num período como o que vivemos permitiu “dar um sinal de vida, dar um sinal de esperança aos sourenses e aos seus agentes económicos”, ajudando, por outro lado, a combater “outra pandemia que é da saúde mental”. “Senti o pulsar e a satisfação de muita gente”, enfatizou.

O secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel presidiu à sessão e incitou os autarcas a preparem projectos que possam submeter ao próximo quadro comunitário de apoio, cuja discussão de verbas terá início em Bruxelas no próximo mês.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com