21 de Outubro de 2020 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Pombal: Chineses de olho em projectos “sustentáveis e rentáveis”

26 de Setembro 2020

A recém-criada Câmara de Comércio Portugal China – Pequenas e Médias Empresas (CCPC-PME) fez uma incursão a Pombal à procura de novos associados e de projectos “com dimensão”.

O presidente da autarquia, Diogo Mateus, vê a investida como um “campo de oportunidades”. “Oportunidades que não são apenas na fixação de empresas em Pombal, mas são também a possibilidade das empresas de Pombal poderem aproveitar este mecanismo – a CCPC-PME – como um ponto de encontro e um ponto de contacto importante para abrir portas em territórios que são mais difíceis, que são mais longínquos, que pese embora possam constituir grandes oportunidades futuras, são sempre mais difíceis, por questões linguísticas, de distância, de carácter cultural”, salienta o edil.

Na visita ao concelho, a comitiva da CCPC-PME, liderada por Y Ping Chow, teve oportunidade de “conhecer a realidade de Pombal”, com deslocações às zonas industriais do Louriçal e da Guia, ao parque industrial Manuel da Mota e à Escola Tecnológica, Artística e Profissional de Pombal (ETAP). Numa sessão realizada no auditório da Biblioteca Municipal, os empresários do concelho foram estimulados a apresentar “projectos de dimensão”, nas áreas do turismo e agro-alimentar, que possam vir a ser financiados por um fundo de capitais chineses, em fase de constituição e ao qual será alocado um capital inicial de 10 milhões de euros, mas que poderá depois triplicar.

“Abrimos aqui uma página para um novo livro na história do desenvolvimento do nosso concelho, das nossas empresas, e espero que rapidamente possamos ter outras oportunidades”, preconiza Diogo Mateus, na expectativa de que “esta semente possa desenvolver-se no futuro”, depois de devidamente “regada, adubada e crescer em função das condições que lhe vão ser propiciadas”.

O autarca entende que “contributos” como o que possam ser dados pela CCPC-PME “não podem ser dispensados, para o desenvolvimento do nosso concelho”.

“Semente” vai crescer

“A semente vai dar alguma coisa, não posso dizer é se vai crescer 10 ou 20 centímetros ou um metro, porque tudo tem de ser tratado, ver se o terreno é fértil, mas alguma coisa vai dar”. Foi com a mesma metáfora rural utilizada por Diogo Mateus, que Y Ping Chow, também presidente da Liga dos Chineses em Portugal e representante da Comunidade Chinesa no Alto Comissariado da Migração, abordou, numa conferência de imprensa conjunta, o estreitar de relações com Pombal.

O líder da associação empresarial, constituída em Maio último e com sede em Condeixa, incitou ao esforço dos empresários para apresentarem projectos “sustentáveis e rentáveis”, que apelem ao apoio dos investidores. Projectos que possam engrandecer a CCPC-PME e tenham ‘pernas para andar’ na ligação com a China.

Y Ping Chow defendeu também a necessidade de uma “escala maior” no território abrangido, considerando que o trabalho de parceria deve ser realizado no âmbito da comunidade intermunicipal.

“Ficava muito satisfeito se daqui a um mês tivéssemos uma empresa chinesa a bater-nos à porta a dizer que precisa de um lote de 10 hectares para se instalar”, sinalizou Diogo Mateus sobre este início de relacionamento, admitindo que esta altura de incerteza motivada pela pandemia é “a menos oportuna para os investidores tomarem decisões”.

Já Y Ping Chow promete voltar mais vezes a Pombal “se tiver parceiros e projectos que possam engrandecer a nossa CCPC-PME e que também possam engrandecer os empresários que estejam do nosso lado”.

[NOTÍCIA DA EDIÇÃO IMPRESSA]


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com