21 de Janeiro de 2020 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Penela Presépio contou com 40.000 visitantes e foi prejudicado pelo mau tempo

13 de Janeiro 2020

O mau tempo registado em Dezembro de 2019 penalizou o Penela Presépio, que mesmo assim registou cerca de 40.000 visitantes, disse à agência Lusa o presidente do município.

“O balanço está condicionado por aquilo que foram as condições climáticas e o facto de termos interrompido as visitas durante seis dias”, salientou Luís Matias, frisando que a interrupção se verificou na altura do Natal, o período de maior afluência.

Mesmo assim, referiu o autarca, terão passado pelo Penela Presépio, instalado no castelo daquela vila, cerca de 40.000 visitantes, entre o dia 1 de Dezembro de 2019 e domingo.

“Apesar de tudo, o balanço do evento é extremamente positivo. O número de visitantes, não tendo sido o melhor ano, teve ainda assim uma afluência significativa”, sublinhou.

Segundo Luís Matias, “se se contasse com a média das pessoas que visitaram o Penela Presépio nesses dias do ano passado, se calhar até teria havia mais visitantes, mas a verdade é que não se pode desconsiderar esse número”.

O prolongamento do evento de 5 para 12 de Janeiro acabou “por não compensar” os dias de encerramento.

O mau tempo originado pela depressão Elsa causou “avultados danos” no Penela Presépio, sobretudo “ao nível da estrutura da tenda” e das “figuras e dos circuitos que suportam a animação”, avaliados em “milhares de euros”, de acordo com o presidente do município.

Mais de 370 figuras animadas com o recurso a tecnologia e a impressões 3D (três dimensões) deram vida ao “Penela Presépio”, patente no castelo da vila.

Considerado um dos maiores eventos de Natal na região, o presépio proporcionou “muitos momentos de animação, cor, música, espectáculos, alegria, sabores e descobertas pelo património histórico, natural e imaterial do concelho de Penela”.

“Penela é verdadeiramente um presépio” e no cimo da encosta, “decorada com o casario branco e encimada pelo castelo medieval do século XI”, sustenta a autarquia de Penela.

LUSA


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com