21 de Janeiro de 2020 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Homem que disparou contra militares da GNR em Coimbra fica em prisão preventiva

12 de Dezembro 2019

Um homem suspeito de ter disparado contra militares da GNR em Coimbra, em 15 de Junho, foi preso preventivamente, depois de ter sido entregue na terça-feira às autoridades portuguesas após detenção em Espanha, anunciou hoje a PJ.

O indivíduo, de 42 anos, é suspeito de ser o autor dos disparos contra dois militares da GNR, na madrugada de 15 de Junho, durante uma operação de fiscalização rodoviária na zona de Cernache, no distrito de Coimbra.

O arguido acabou por ser detido pela polícia espanhola, em colaboração com a portuguesa, em 28 de Junho, em Sevilha, sendo que agora o suspeito foi entregue às autoridades nacionais, no âmbito da emissão de um mandado de detenção europeu, disse à agência Lusa fonte da PJ de Coimbra.

Presente a primeiro interrogatório judicial na quarta-feira, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Segundo fonte da PJ, o arguido é suspeito de dois crimes de homicídio na forma tentada, contra os dois militares da GNR que procediam à operação de fiscalização rodoviária em 15 de Junho.

Os outros indivíduos que seguiam na viatura, que acabou por fazer inversão de marcha e pôr-se em fuga, eram familiares do arguido, mas a PJ acredita que a decisão e a actuação foram apenas da responsabilidade do arguido, que tem antecedentes criminais, nomeadamente roubos à mão armada, referiu a mesma fonte.

Um dos militares acabou por ser atingido por uma bala na face, tendo o arguido usado uma pistola de calibre 6.35.

LUSA


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com