27 de Fevereiro de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Europeias 2019: Condeixense Marisa Matias cabeça-de-lista do Bloco de Esquerda

10 de Novembro 2018

A condeixense Marisa Matias vai ser, tudo o indica, a cabeça-de-lista do Bloco de Esquerda (BE) às eleições europeias de 2019. A confirmação surgiu pela coordenadora do Bloco, Catarina Martins, no decorrer da XI Convenção Nacional do BE, que se realiza hoje e amanhã, em Lisboa.

“A proposta que farei à próxima Mesa Nacional, se assim for o sentido da decisão desta Convenção, é esta: que seja a Marisa Matias a nossa primeira voz nas eleições europeias de Maio de 2019”, disse Catarina Martins, num anúncio que motivou muitos aplausos por parte dos delegados presentes no Pavilhão do Casal Vistoso.

Segundo a coordenadora do Bloco, a eurodeputada é “não só a melhor candidata que o BE pode ter, mas a melhor candidata que o país pode ter”.

“Nunca recusou um combate por difícil que fosse, levantou-se contra a dívida no tempo em que obedecer à ‘troika’ parecia escolha única e fez a difícil campanha europeia de 2014. Foi a nossa candidata a presidente e juntou um país que em 2016 quis fazer melhor e teve um resultado extraordinário”, sublinhou Catarina Martins, acrescentando que “ela foi a candidata que teve mais votos em Portugal numa eleição presidencial, ainda um dia uma mulher será presidente”.

No arranque da XI Convenção Nacional do BE, a coordenadora dos bloquistas disse ainda que Marisa Matias é “a eurodeputada que não falha nenhuma causa” e que conta com “reconhecimento em Portugal e em toda a Europa”, sendo uma deputada ao Parlamento Europeu “incansável” na defesa de matérias como ambiente, direitos humanos, trabalho, liberdades, saúde ou paraísos fiscais.

Marisa Matias, de 42 anos, é eurodeputada desde 2009 e foi reeleita em 2014. No Parlamento Europeu, preside à delegação para as relações com os países do Maxereque, que inclui o Líbano, a Jordânia, a Síria e o Egipto.

“Eu estou disponível [para ser cabeça de lista], sempre estive, não é segredo para ninguém, mas temos de esperar que o partido decida formalmente (…) Mas estou segura de que independentemente da decisão, como se pode ver na Convenção, há ânimo, entusiasmo e empenho para reforçar a presença do BE a nível nacional ou europeu”, disse Marisa Matias.

Já esta noite, em declarações à SIC, a eurodeputada de Alcouce, afirmou que o objectivo é “continuar a fazer o trabalho que temos feito até aqui”, sublinhando que em Bruxelas há também “uma necessidade permanente de tentarmos lutar por aquilo que são os direitos fundamentais e básicos”.

Sobre as expectativas de um reforço da votação no sufrágio de 26 de Maio do próximo ano, Marisa Matias declarou que “o Bloco quer sair reforçado desta eleição”, esperando que “as pessoas reconheçam o trabalho que temos feito e acreditem na nossa proposta”.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM