13 de Junho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Penela: Lotado HIESE vai ser ampliado

19 de Outubro 2018

A Câmara Municipal de Penela pretende ampliar, em breve, o HIESE – Habitat de Inovação Empresarial nos Sectores Estratégicos, permitindo a incubação de mais uma dezena de empresas, num investimento a rondar os 800.000 euros, para fazer face à lotação da infra-estrutura.

“Temos o projecto de ampliação concluído e aguardamos que haja uma oportunidade de nos ajudarem a fazer este investimento”, referiu ao TERRAS DE SICÓ o autarca Luís Matias, à margem do Smart Rural Congress, realizado há uma semana naquele espaço e que serviu de “prestação de contas daquilo que temos vindo a fazer nos últimos quase dois anos neste processo de transferência de conhecimento, de atracção de negócios, de acompanhamento de empresas e de ajuda à alavancagem de alguns projectos que identificámos com elevado potencial para a região e para o país”.

Luís Matias pretende que a obra avance ainda no presente mandato autárquico, que culmina em 2021, e com o apoio de fundos do actual quadro comunitário.

“Trata-se de um projecto emergente que tem de ser apoiado quanto antes e gostaria que no próximo ano já estivéssemos a possibilidade de estar a trabalhar na ampliação da infra-estrutura, uma vez que não temos capacidade para acolher mais empresas”, afirma o autarca.

O HIESE, localizado no Vale do Espinhal, é uma incubadora com a chancela Instituto Pedro Nunes (IPN), de Coimbra, focada no empreendedorismo e inovação inteligente, em meio rural, com condições e serviços de excelência no apoio às empresas, sobretudo nas fases iniciais do seu ciclo de vida, reforçando a sua capacidade de inovação, crescimento e competitividade.

“Isto é que, efectivamente, são investimentos estruturantes para a região e para o país, porque não é apenas a instalação das empresas, é todo o trabalho de acompanhamento e de facilitação que aqui fazemos, em conjunto com o IPN, a melhor incubadora do país”, frisa o presidente da Câmara.

O edil sublinha que “em pouco mais de um ano, conseguimos ter o HIESE completo, com empresas que estão a funcionar, a gerar alguns postos de trabalho e que têm a ambição de continuar”.

Luís Matias afirma que “a própria região reconhece a importância deste projecto, enquanto estímulo inspirador para o território”. “O que está a acontecer em Penela pode acontecer em dois terços de Portugal, basta juntar as boas vontades e perceber que o país sabe fazer bem e não são apenas os municípios a fazê-lo”, sustenta o autarca, realçando a importância de “capacitar estes territórios, para que viver aqui não seja um custo”.

“É preciso criar as melhores condições para que as pessoas aqui possam viver, trabalhar e investir; e contamos com as políticas públicas para que nos possam ajudar nesta tarefa diária”, acentua Luís Matias.

O HIESE foi co-financiado por fundos comunitários, através do Centro 2020, no âmbito do programa estruturante de suporte ao empreendedorismo e à inovação rural.

Momento de mudanças

Depois da secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fernanda Rollo, ter deixado durante aquele congresso o desafio para a criação de uma rede nacional de inovação de base rural, o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas, presente na sessão de encerramento, aludiu ao “momento de mudanças profundas” e à necessidade que estes territórios têm preparados para fazer a mudança, “porque ela não se faz exclusivamente no meio urbano”.

“A inovação não é um exclusivo das cidades. Sim, temos primeiro de pensar nas cidades, porque elas são o grande centro de racionalidade que existe a nível mundial, mas é preciso perceber que as cidades não vivem isoladas, vivem integradas nos seus territórios e, portanto, é preciso trabalhar em conjunto entre aquilo que são os nossos territórios rurais e os urbanos, na micro e na macro escala do país, para conseguirmos fazer o caminho que é preciso”, defendeu o governante.

O Smart Rural Congress debateu durante dois dias, no HIESE, a inovação e o empreendedorismo em meio rural.

LUÍS CARLOS MELO


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM