13 de Junho de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Condeixa vai geminar-se com cidade argelina de Djemila

26 de Setembro 2018

Condeixa vai geminar-se com a cidade argelina de Djemila, Património da Humanidade da Unesco desde 1982, sendo a assinatura da convenção de geminação e de cooperação realizada no próximo dia 3 de Outubro, em Lisboa, à margem 5.ª Reunião de Alto Nível Argélia-Portugal, adiantou ao TERRAS DE SICÓ o autarca Nuno Moita.

A ideia da parceria surgiu na sequência do encontro internacional “Portugal-Argélia, mosaicos romanos, fragmentos de um passado comum”, realizado há um ano em Condeixa, no âmbito das acções do Movimento para a Promoção de Conímbriga a Património Mundial da Unesco, sendo impulsionada pela embaixadora argelina Fatiha Selmane.

“Esta geminação nasceu de uma forma diferente das anteriores, porque nasceu de uma ligação ao património, enquanto as outras tiveram origem em emigrantes condeixenses”, salienta o edil.

Para o presidente da Câmara de Condeixa, “a componente da geminação é o nosso passado comum em termos romanos, e estarmos geminados com uma cidade que é Património Mundial desde 1982 vai ajudar-nos no nosso objectivo de Conímbriga também o ser”.

Segundo os fundamentos da geminação, elaborados em parceria com a Associação Ecomuseu de Condeixa, “são vários os motivos que conferem à cidade romana de Conímbriga e à cidade romana de Djemila/Cuicul (província romana de Numídia) valor de Património Mundial. Trata-se, em ambos os casos, de um núcleo urbano da Antiguidade Clássica não sujeito à ´autofagia das cidades; da presença de grande quantidade de testemunhos conservados (…); de um sítio em que é notório o bom estado de conservação dos monumentos; onde é evidente a continuidade dos trabalhos de conservação”.

Djemila, localizada na costa norte da Argélia, a 300 km da capital Argel, alberga o maior número de ruínas romanas no Norte de África.

Nuno Moita realça a importância da “ligação óbvia” do património romano existente nos dois municípios, mas antecipa também cooperações aos níveis turístico e empresarial, entre outros, “porque a Argélia está a pretender abrir mais as suas fronteiras”.

No acordo de geminação a assinar, a que o TERRAS DE SICÓ teve acesso, Condeixa e Djemila comprometem-se a desenhar, em conjunto, “a via de uma cooperação baseada em laços de confiança e de respeito mútuo, de boa-fé, de igualdade e de interesses comum, a fim de encorajar o intercâmbio de conhecimentos e de experiências, as consultas técnicas bem como o intercâmbio de peritos nos âmbitos económico (agricultura, indústria, turismo), cultural e artístico”. Propõe-se ainda promover a cooperação nos domínios da cultura, turismo, património, indústria, agricultura, desporto e questões urbanas.

“É uma geminação que tem um potencial imenso”, sintetiza o autarca, que assinará o protocolo juntamente com o presidente da Assembleia Popular Municipal de Djemila, Mohammed Habbach.

Recorde-se que Condeixa já é geminada com Bretten (Alemanha), Longjumeau (França), Pontypool (País de Gales) e Idanha-a-Nova.

LUIS CARLOS MELO


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM