16 de Abril de 2024 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Cabrito e borrego de Sicó a caminho da certificação

1 de Setembro 2018

A Associação de Desenvolvimento Terras de Sicó vai “iniciar um projecto de Identificação Geográfica Protegida do cabrito e do borrego de Sicó”, com vista a “potenciar os nossos produtos endógenos e melhorar a sua qualificação e identificação”. Esta medida surge numa altura em que aquela Associação de Desenvolvimento já está a trabalhar na criação de uma área protegida na Serra de Sicó, revelou o presidente da Câmara Municipal de Ansião, na sessão de abertura das Festas do Concelho, que decorreu no passado dia 10 de Agosto.

“Já estamos a trabalhar, no âmbito da Associação de Desenvolvimento Terras de Sicó, na criação da área protegida da Sicó, conferindo-lhe o estatuto e a dimensão cultural, territorial e patrimonial de uma paisagem protegida”, anunciou António José Domingues, salientando que o objectivo é “valorizar o que produzimos, apostando no que somos: um território rural”.

“Nesse sentido, iremos iniciar um projecto de Identificação Geográfica Protegida do cabrito e do borrego de Sicó”, que visa “potenciar os nossos produtos endógenos”, melhorando “a sua qualificação e identificação”.

Estas medidas têm como objectivo “apostar no desenvolvimento rural, aliando o empreendedorismo dos nossos agricultores com políticas públicas de apoio e estratégias de valorização das actividades agrícolas em territórios de minifúndio”. Além disso, pretendem o desenvolvimento de “projectos sustentáveis e criadores de riqueza para os nossos produtores”, que promovam “a inclusão financeira dos pequenos produtores” e fomentem o trabalho “em parceria com as instituições” de forma a “criar um ciclo completo de produção e distribuição”.

O desenvolvimento rural é também uma preocupação do Município que “tem pela primeira vez um pelouro atribuído de Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural”, sublinhou o autarca, argumentando que “para além das questões da agricultura e desenvolvimento rural, o concelho de Ansião tem de olhar para a sua floresta, na vertente da sua manutenção e também da sua rentabilidade”. Nesse sentido, este ano procedeu à limpeza das faixas de gestão de combustível em cerca de 90 quilómetros, num investimento municipal superior a 100.000 euros.

 

Aposta no turismo

Para António José Domingues, o facto de Ansião ser geograficamente “um concelho no centro do país, a sua centralidade não lhe confere, por si só, a premissa de um futuro adquirido”. Por isso, o presidente da Câmara Municipal defendeu “uma forte aposta no turismo de saudade e no turismo de natureza”, com vista a afirmar o concelho “a curto médio prazo como uma alternativa aos grandes centros turísticos”.

Com esse intuito foi criada a nova estratégia turística “Ansião Coração de Sicó”, que assenta “na identidade ansianense e na sua diferenciação enquanto produto turístico face aos concelhos vizinhos”, realçou o edil, salientando que o projecto “pretende ser aglutinador das potencialidades do concelho nas mais diversas áreas”.

“‘Ansião Coração de Sicó’ caracteriza-se como uma estratégia com forte ligação às raízes ansianenses, ao solo ‘bruto’ que caracteriza a região, à paisagem onde predomina o calcário e às gentes do nosso concelho”, explicou o autarca, constatando que tais características conferem ao território “um carácter único” com “ainda muito por explorar”.

CARINA GONÇALVES


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM