7 de Dezembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Cantanhede: Expofacic arranca hoje e afirma-se como marca da região

26 de Julho 2018

A Expofacic está a chegar! A feira agrícola, comercial e industrial de Cantanhede, tem início hoje e prolonga-se até 5 de Agosto, constituindo-se como um ponto de referência e, há muito, uma marca da região, acolhendo perto de meio milhão de visitantes.

Se mais não houvesse, e há, os números dizem (quase) tudo sobre o certame: ocupa uma área de cerca de 95.000 metros quadrados, com 1.470 metros de perímetro, no centro da cidade, possui 600 espaços de exposição – com 500 expositores – 18 dos quais para escolas, 47 tasquinhas, a grande maioria de associações do concelho, sete palcos, 15 parques de estacionamento, 11 jardins, um hospital de campanha, um acampamento a 1.500 metros do recinto, dinamizado por escuteiros com capacidade para 500 pessoas, um orçamento de 1,6 milhões de euros e… 485.000 visitantes em 2017.

A juntar a tudo isto, o cartaz de espectáculos é um verdadeiro chamariz de Verão a preços “low cost”. Vibrar com as actuações de alguns dos melhores artistas nacionais e internacionais – de Xutos e Pontapés, Ana Moura ou Tony Carreira a James Arthur – é possível a um custo pouco mais que simbólico (4 euros). É também por aí um dos factores de atracção de um evento que, asseguram os organizadores (Câmara Municipal de Cantanhede e empresa municipal Inova), mais do que crescer em número de visitantes procura consolidar-se e afirmar-se pela qualidade e variedade da oferta.

Quão longe vai 1991, ano da primeira feira, então realizada no mês de Setembro, na altura justificada pela necessidade de abrir as portas aos produtores agrícolas, comerciais e industriais do concelho, para cumprir o objectivo pioneiro de transmitir para o exterior as potencialidades locais. Recebeu cerca de 50.000 visitantes e foi considerada um êxito.

Largas 28 edições depois, tal número é alcançado num simples “dia bom” de Expofacic, o que diz bem do crescimento exponencial que o certame atingiu.

Em 2018, com o lema “mil motivos, um destino”, a feira abrirá portas pelas 17h00, inaugurada pelo secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, e pela frente estarão 11 dias e noites de forte animação, convívio e (bons) negócios, ou não fosse este também um certame comercial e industrial. Meio milhar de expositores daquelas áreas conseguem em pouco mais de uma semana terem milhares de olhos nos seus produtos e serviços, com todas as vantagens que daí advêm.

Depois dos dinossauros ou dos legos em edições anteriores, é o “Titanic” que este ano promete chamar centrar a atenção nos espaços de exposições, uma das vertentes em que a organização tem apostado forte. “Titanic: A Reconstrução” é uma mostra sobre o navio de passageiros naufragado em 1912, e que engloba dez núcleos expostos numa tenda com 1.500 metros quadrados.

Os bilhetes para o certame estão à venda em diversos locais como os posto de turismo de Cantanhede, Ançã, Praia da Tocha, Aveiro e Coimbra, Loja do Cidadão de Cantanhede e lojas Intermarché de Cantanhede e Mealhada, bem como online em www.bol.pt., e a partir de hoje nas bilheteiras do recinto.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM