7 de Dezembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Câmara de Condeixa já limpou 90 por cento dos terrenos da sua responsabilidade

6 de Julho 2018

O presidente da Câmara de Condeixa, Nuno Moita, afirmou hoje que o município já limpou 90 por cento dos terrenos da sua responsabilidade, mas mostrou-se preocupado com a falta de limpeza no IC3, obrigação da Infraestruturas de Portugal.

O autarca frisou que os municípios estão a cumprir o seu papel no plano de limpeza das faixas de gestão de combustível, mas outras instituições estão a falhar, apontando para o caso do Itinerário Complementar número 3 (IC3), estrada que passa pelos distritos de Santarém, Leiria e Coimbra e cuja responsabilidade é da Infraestruturas de Portugal (IP).

“Espero que a Infraestruturas de Portugal faça a limpeza antes do fim do mês. O IC3 está numa zona particularmente sensível, junto de zonas residenciais e perto de Conímbriga”, alertou Nuno Moita, que falava aos jornalistas durante uma visita às zonas limpas pela Câmara Municipal.

Desde 15 de maio que o município de Condeixa investiu cerca de 220.000 euros do orçamento para limpar 150 hectares nas faixas que lhe competiam, nomeadamente estradas municipais alcatroadas e à volta da zona industrial do concelho, referiu.

Até ao momento, “está executado 90 por cento” e, para a semana, deverá ficar terminado “aquilo que falta limpar”, realçou.

Nuno Moita aproveitou a ocasião para lançar “um apelo à população” para cumprir a sua parte: a limpeza nos 100 metros à volta dos aglomerados e nos 50 metros à volta das habitações.

“Se, por absurdo, nenhum privado limpar nada” nessas zonas, o município teria de “gastar, no mínimo, 1,2 milhões de euros” de um orçamento anual de 12 milhões de euros, salientou.

Felizmente, notou, tem-se “constatado alguma limpeza” junto aos aglomerados e há “muitos privados com essa preocupação”.

No entanto, o presidente da Câmara de Condeixa considerou que o Governo, em vez de conceder um empréstimo sem juros aos municípios que se substituam aos privados, deveria criar uma espécie de contrato-programa que apoiasse a fundo perdido parte da operação.

De acordo com o comandante da protecção civil municipal, António Coelho, já estão limpos 150 hectares, tendo sido dada a opção aos proprietários para cortarem eles próprios as árvores e rentabilizarem a venda do material lenhoso até ao final deste mês.

Também no âmbito da protecção civil, a Câmara Municipal está a trabalhar com 16 aldeias do concelho para integrarem o programa do Governo “Aldeias Seguras”, referiu.

Durante a visita, o município informou ainda que já foram instaurados 15 autos pela GNR por falta de limpeza junto a aglomerados naquele concelho.

LUSA

(Na foto, António Coelho, Bruno Pereira, Fernando Gonçalves, Nuno Moita, António Ferreira e Carlos Canais, hoje, durante uma visita às zonas limpas pela Câmara Municipal de Condeixa)


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM