29 de Novembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Passeio Equestre de Alvaiázere juntou mais de 150 cavaleiros

11 de Junho 2018

Mais de uma centena e meia de cavaleiros participaram ontem (domingo, 10) no 30.º Passeio Equestre de Alvaiázere, que ficou marcado pela oficialização da Associação dos Cavaleiros da Ordem do Chícharo e pelo lançamento da primeira pedra da sua sede, que será construída na Quinta Artur Pedrosa, em Alvaiázere.

“O 30.º Passeio Equestre de Alvaiázere fica marcado como o dia do lançamento de uma grande construção que muito irá dignificar o nosso concelho”, revelou o presidente da recém-constituída Associação dos Cavaleiros da Ordem do Chícharo, Artur Pedrosa, referindo-se ao lançamento da primeira pedra da sede desta colectividade, que será construída na Quinta Artur Pedrosa.

Apesar de só agora formalizarem a associação, os Cavaleiros da Ordem do Chícharo já existem há cerca de três décadas, tendo vindo a organizar anualmente o Passeio Equestre de Alvaiázere, mas também representando o concelho de Norte a Sul do país em eventos do género.

A Associação dos Cavaleiros da Ordem do Chícharo apresenta como “fundadores os oito cavaleiros que estão mais no activo e dispõe de um conselheiro espiritual”, que segundo os estatutos será o pároco em funções na Paróquia de Alvaiázere, explicou ao TERRAS DE SICÓ Sandrina Pedrosa, uma das oito fundadoras da nova associação alvaiazerense. Inicialmente, o cargo será assumido pelo padre André Sequeira, que já aceitou o desafio lançado pelos Cavaleiros da Ordem do Chícharo e, como tal, vai “participar activamente em todas as decisões, que terão de ter o aval do conselheiro espiritual”. Afinal, “a pedra basilar desta associação será a vocação espiritual e não a competição”, razões pelas quais a família Pedrosa já adquiriu uma Nossa Senhora com 1,50 metros e construiu uma Capela, junto à qual será edificada a sede da recém-constituída colectividade.

“Mais do que uma associação, os Cavaleiros da Ordem do Chícharo serão uma irmandade civil, orientada pela igreja”, que se propõe “desenvolver a arte equestre no concelho de Alvaiázere”, tentando “promover mais actividades” da modalidade ao longo do ano. Para isso, os seus fundadores já estão a trabalhar com vista a estabelecer parcerias que permitam valorizar e intensificar a tradição equestre, que tem raízes bem vincadas no concelho de Alvaiázere, como comprova o Passeio Equestre, considerado um dos maiores do país e que anualmente atrai centenas de participantes ao concelho.

Este ano, mesmo sem FAFIPA e com chuva e frio, mais de 150 cavaleiros vindos de vários pontos do país voltaram a juntar-se no Armazém Municipal, seguindo depois em direcção à zona envolvente da Igreja Matriz, onde o padre André Sequeira fez a bênção dos cavalos e cavaleiros. Durante a cerimónia foi feito um minuto de silêncio e largadas três pombas brancas em homenagem a Joana Lopes, uma cavaleira que anualmente rumava a Alvaiázere para participar no Passeio Equestre e que faleceu há poucos meses vítima de um acidente rodoviário. Após a bênção dos cavalos e cavaleiros, deu-se início ao passeio equestre que terminou com o tradicional almoço serviço na Quinta Artur Pedrosa.

CARINA GONÇALVES

    


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM