28 de Novembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Bandeira Azul regressa à praia fluvial da Louçainha (Penela)

27 de Abril 2018

A Bandeira Azul regressa este ano à praia fluvial da Louçainha, no concelho de Penela, após a ausência nas galardoadas de 2017, motivada por uma diminuição da qualidade da água.

A praia situada na freguesia do Espinhal é a única reentrada na região Centro na lista nacional das 332 praias (299 costeiras e 33 fluviais), mais 12 do que no ano passado, hoje divulgada e na qual se mantém Osso da Baleia, no concelho de Pombal.

O galardão que abrange 55 por cento das praias portuguesas é também atribuído a 18 portos de recreio e marinas e a sete embarcações ecoturísticas.

Albufeira (25) e de Vila Nova de Gaia (18) são os concelhos com mais bandeiras azuis. Por regiões, o Algarve e o Norte concentram mais galardões.

Este ano, o Programa Bandeira Azul é dedicado ao tema “O mar que respiramos”, uma vez que 50 por cento do dióxido de carbono lançado na atmosfera é absorvido pelos oceanos e 70 por cento do oxigénio da Terra é produzido pelo plâncton marinho.

Praia da Louçainha (Penela)

A praia fluvial do concelho de Penela está situada na freguesia do Espinhal. O local, situado a nascente da sede de concelho, encontra-se em relação de proximidade com a vila do Espinhal, tendo como artéria de ligação principal da EN 17-1.

Em função das características do meio em que se insere, a praia fluvial em questão classifica-se como praia do tipo II – Praia rural.

A sua localização geográfica confere-lhe uma rota turística com excelentes atracções culturais, tais como as Aldeias do Xisto, as piscinas do empreendimento do Dr. Bacalhau, miradouros, grutas da Talismã, Villa Romana do Rabaçal, entre outras. A proximidade com os concelhos envolventes serve como estímulo de grande procura da prática de banhos, natação, desportos radicais e lazer.

O espaço dispõe de duas piscinas de banho; balneários masculinos, femininos e deficientes; restaurante; parque de merendas; área de estacionamento. O espaço envolvente é ocupado por serranias e formações declivosas diversas, tendo na floresta a ocupação predominante do solo. O choupo branco e o castanheiro são as espécies vegetais predominantes, notando-se também a presença do sobreiro, carvalho e acácias. Devido à forte presença do espaço natural da zona, com elementos importantes como o rio e a floresta, a fauna local tem alguma diversidade de espécies, tais como sapos, rãs, ouriço-cacheiro, coelho bravo, javali, raposa, o melro, o pardal, o corvo, o milhafre, entre outros são as principais formas de vida animal que podem ser encontradas na proximidade.

O Município possui o Alvará de Licença de Utilização do Domínio Hídrico nº 1179/2006, relativo à Praia Fluvial da Louçainha, emitido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

 

Praia do Osso da Baleia (Pombal)

A praia do Osso da Baleia está situada em plena Mata Nacional do Urso, na freguesia de Carriço, no concelho de Pombal.

O nome desta praia tem origem no início do século XX devido ao aparecimento de um esqueleto de baleia que, segundo testemunhos orais, terá dado à costa naquele areal.

Esta praia é um local perfeito para quem gosta de grandes caminhadas, pesca desportiva, bodyboard, surf, prática de voleibol de praia, bem como para quem aprecie a beleza natural de uma praia (dunas, flora e fauna).

A praia do Osso da Baleia recebeu o galardão “Praias Douradas”, em 1998. Este galardão é atribuído a praias que apresentam valores singulares do ponto de vista geológico, florístico, faunístico, paisagístico ou patrimonial, com ambientes naturalizados e reduzido grau de infra-estruturação.

Na praia do Osso da Baleia foram efectuadas obras de requalificação ambiental, nomeadamente a implantação de apoios de praia e construção de passadiços, em madeira, utilizados como acesso pedonal à praia, de forma a preservar as dunas e a vegetação existente.

Desde 2004, a praia do Osso da Baleia é contemplada com o galardão “Bandeira Azul”, atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa, recebendo desde 2005 o galardão “Praia Acessível” por cumprir os requisitos da legislação em vigor, relativamente à acessibilidade para pessoas com mobilidade condicionada, nomeadamente acesso pedonal e estacionamento ordenado, com lugares reservados para viaturas que transportam pessoas com mobilidade reduzida; acesso de nível ao areal e zona balnear; instalações sanitárias adaptadas e em local de fácil acesso; acesso ao serviço de primeiros socorros e ao bar, através de rampas; nadadores-salvadores com formação específica; equipamentos anfíbios disponíveis para os utentes com mobilidade condicionada.


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM