4 de Dezembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Vila Cã mostra o melhor da freguesia na Feira de Tradições

2 de Março 2018

A cultura e a identidade de Vila Cã vão estar em destaque na Feira de Tradições, que inclui gastronomia, música, teatro, etnografia, artesanato e produtos locais, prometendo atrair muitos visitantes a esta localidade, no fim-de-semana de 10 e 11 de Março. Ao longo destes dois dias, o Centro Cultural e Recreativo de Vila Cã (CCRVC) vai servir os sabores característicos da região, dando a conhecer o que de melhor se produz e se faz naquele território. Além da gastronomia, o evento, que assinala o 38.º aniversário da associação, conta ainda com animação musical e cultural com grupos e artistas locais.

“Com a Feira de Tradições pretendemos envolver os diversos agentes em torno daquilo que é a cultura e identidade de Vila Cã, dinamizando as actividades da gastronomia pela nossa Confraria do Tortulho de Vila Cã, da música pelo nosso grupo Canta a Cuca, da etnografia com o Rancho Folclórico de Vila Cã que vai recriar o Cantar das Almas e do artesanato e produtos locais com uma pequena mostra de produtos”, explicou ao TERRAS DE SICÓ a presidente do Centro, Liliana Silva.

“A gastronomia, a música, o teatro, a etnografia, o artesanato e os produtos locais são os chavões deste evento”, que vem substituir o fim-de-semana gastronómico “Tortulho de Vila Cã”, dando relevo não apenas à gastronomia, mas estendendo-o a outras áreas que assumem igualmente importância na freguesia.  A “inovação” do evento visa assinalar o Ano Europeu do Património Cultural, afirmou Liliana Silva, salientando que “a gastronomia vai continuar a ter destaque e andar à volta do tortulho de Vila Cã, que é o produto que queremos promover”. Contudo, ao longo destes dois dias, os visitantes poderão ainda degustar outras iguarias como o “carneiro das bodas”, a sopa à antiga, doçaria regional e os bifinhos de vaca para quem não aprecia o tortulho.

“O tortulho de Vila Cã é um enchido feito com o bucho e recheado com carne de carneiro, que antigamente era uma forma de aproveitar todas as partes do carneiro, como a cabeça, a língua e as miudezas”, explicou aquela dirigente, realçando que actualmente esta iguaria é servida apenas nesta altura, mas “estamos a trabalhar no desenvolvimento de interacção com locais de comércio para que o tortulho esteja disponível em permanência, mas não é fácil”.

À boa gastronomia junta-se também a animação cultural e musical com grupos e artistas locais e regionais. Durante este fim-de-semana, a Feira de Tradições apresenta “uma exposição de artesanato e de produtos locais, uma peça de teatro que marca a estreia do nosso recém-formado grupo de teatro juvenil Tea Cã, um atelier sobre o instrumento musical adufe, um encontro de música tradicional” e a actuação de várias bandas musicais. Os Gaiteiros de Abiul, o grupo Canta a Cuca, o Grupo de Cavaquinhos do Louriçal, o Rancho Folclórico de Vila Cã, Mescla, Ai que Sede, entre outros, prometem dois dias de muita animação.

CARINA GONÇALVES


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM