7 de Dezembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Terras de Sicó cria circuito para comércio de produtos agroalimentares

8 de Março 2018

A Associação de Desenvolvimento Terras de Sicó quer criar um circuito para comercializar os produtos agroalimentares dos seis concelhos que a integram, para incentivar o sector primário e contribuir para o rendimento dos pequenos agricultores, foi hoje anunciado.

“O objectivo é facilitar aos produtores com menos capacidade de acesso aos mercados uma oportunidade de negócio em que a associação facilita a ligação e a proximidade entre o produtor e o consumidor final”, informa a Terras de Sicó.

A associação pretende promover um calendário anual de mercados nos seus municípios, criando uma pequena infra-estrutura que será responsável pela logística.

O presidente da Terras de Sicó, Nuno Moita, disse que a “iniciativa implica ter uma estrutura de funcionamento para a criação de mercados nos municípios que fazem parte da Terras de Sicó com produtores de todos eles”, destacando que se trata de uma “forma de incentivar o sector agrícola e seus produtores”.

O projecto, denominado “Cadeias curtas e mercados locais” e que vai ser objecto de candidatura ao Programa de Desenvolvimento Rural 2020 (PDR 2020), está orçado em cerca de 200.000 euros e pretende ser “complementar aos mercados semanais e não numa perspectiva concorrencial”, garantiu Nuno Moita, também presidente da Câmara de Condeixa.

“Cada mercado abre as portas aos produtores dos concelhos vizinhos”, informou o autarca.

Paralelamente a esta candidatura, a Terras de Sicó está a desenvolver outra que passa pela criação de mercados de gado, prevendo-se a criação de um no Rabaçal, concelho de Penela, para servir este município e ainda os de Condeixa e Soure. O outro ficará localizado em Almoster, no concelho de Alvaiázere, para servir também Ansião. O mercado de gado de Vila Cã, em Pombal, vai ser enquadrado também na estratégia de promoção dos mercados de Sicó, refere a associação.

“Trata-se de mercados de ovinos e caprinos”, referiu Nuno Moita, salientando que estes são iniciativas para “incentivar a agricultura doméstica e criar rendimento aos pequenos agricultores”. Esta candidatura, também ao PDR 2020, é na ordem dos 200.000 euros.

LUSA


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM