4 de Dezembro de 2022 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

APPACDM de Soure inaugurou residência autónoma na festa dos 27 anos

17 de Março 2018

A secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, elogiou, hoje, em Soure, a APPACDM local, “instituição bastante completa no universo das respostas que presta, abrangentes e transversais”, que assinalou o 27.º aniversário, inaugurando uma residência autónoma para cinco pessoas.

“É importante esta resposta, é importante que consigamos dar cada vez mais autonomia, mais auto-representação aos nossos utentes”, sustentou a governante, ao considerar igualmente relevante a acção desenvolvida por aquela associação na área da saúde mental, onde assegura um “trabalho marcante”, numa “problemática com que Portugal se vê confrontado nos últimos anos”.

Ana Sofia Antunes realçou que “este Governo tem trabalhado arduamente para melhorar as condições de vida das pessoas com deficiência”, citando como exemplos a criação da prestação social para a inclusão, que “já abrange cerca 67.000 cidadãos” e terá ainda este ano um aumento no valor de cerca de cinco euros, com uma segunda fase a ter início em Outubro, bem como a instalação de centros de apoio à vida independente, que pretendem “dar autonomia às pessoas com deficiência, consciencializá-las que têm direito a fazer escolhas e não passar a vida fechadas e de acordo com as decisões de outros”.

Por seu lado, o presidente da APPACDM de Soure, Santos Mota, num discurso pautado por alguns momentos de emoção, apontou o empreendedorismo social como uma marca da instituição, pioneira nalgumas valências. A residência autónoma, que ultrapassadas todas as burocracias, abriu hoje finalmente a porta; a cooperativa “Deliciosas Diferenças” (que presta serviços na área do catering) e a “Herdade dos Afectos” (projecto que trabalha as competências parentais dos progenitores portadores de deficiência) são “três novas respostas que têm um impacto social e humano muito visível”, enfatizou o dirigente.

A instituição, que presta assistência a cerca de 200 utentes nas diversas valências, foi também contemplada com a campanha “Promoção do Bem”, dos supermercados Lidl, que lhe permitirá a recolha de excedentes alimentares nas lojas de Soure, Condeixa e Pombal.

Ampliar o lar residencial e construir uma segunda residência autónoma são as “necessidades prementes” da associação, revelou Santos Mota.

A terceira fase de ampliação do lar residencial, que irá permitir acolher mais 10 utentes, a juntar aos 20 actuais, tem o processo administrativo em fase de conclusão, devendo as obras arrancar durante o próximo Verão.

O presidente da Câmara de Soure, Mário Jorge Nunes, destacou o “trabalho transversal em todo o concelho” desenvolvido pela APPACDM e incentivou à abertura da “nossa mente, à auto-inclusão de cada um de nós, para fazermos uma sociedade melhor”.

Por seu turno, João Gouveia, líder da Assembleia Geral daquela IPSS, assegurou que ali “podem fazer todas e mais algumas auditorias e terão exactamente o antípoda de um qualquer caso Rarríssimas, terão o exemplo de confiança, de credibilidade e de afirmação daquilo que é prestar serviços na acção social, melhorando as condições de vida dos estratos mais vulneráveis, neste caso com deficiência”.

Após a sessão solene comemorativa e a inauguração da residência autónoma, a tarde de festa na IPSS de Soure terminou com um lanche- convívio animado pela actuação da tuna daquela APPACDM aniversariante.

LUIS CARLOS MELO


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM