10 de Dezembro de 2018 | Quinzenário Regional | Diário Online
PUBLICIDADE

Incêndios: Unidade de Missão quer mais recursos humanos para o cadastro

13 de Março 2018

O coordenador da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, João Paulo Catarino, defendeu ontem (12) a necessidade de “aumentar substancialmente” os recursos humanos para o projecto-piloto do cadastro das propriedades florestais.

“Precisamos de aumentar substancialmente os recursos – acima de tudo humanos -, para que o processo seja mais rápido”, afirmou João Paulo Catarino aos jornalistas, após uma reunião com a comissão parlamentar da Agricultura e Mar, em Pedrógão Grande.

Questionado pela agência Lusa, o coordenador da Unidade de Missão para a Valorização do Interior (UMVI) sublinhou que só nos sete municípios do Pinhal Interior envolvidos no projecto-piloto (de um total de dez) há “mais de meio milhão de prédios rústicos”.

“Proença-a-Nova tem 140.000 prédios rústicos. Se dividirmos por 200 ou 250 dias, vemos quantos registos é que se teriam de fazer num dia para no final do ano ter o processo concluído. Não é possível”, notou João Paulo Catarino, fazendo alusão ao limite temporal do projecto, que termina em Dezembro deste ano.

Segundo o responsável pela UMVI, face aos recursos disponíveis, já não se conseguem “fazer mais agendamentos” até ao limite temporal estabelecido.

“É um problema que se terá de ultrapassar com mais recursos”, vincou.

De acordo com João Paulo Catarino, a fórmula para o cadastro “está encontrada, [mas] precisará de ser afinada” e de ser trabalhada com os diversos agentes locais, além de que deve ser alargada ao resto do país.

No âmbito da reforma da floresta, o Governo arrancou em Novembro com um projecto-piloto do cadastro, que decorre em dez municípios: Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Pampilhosa da Serra, Penela, Sertã, Caminha, Alfândega da Fé e Proença-a-Nova.

A área total dos dez concelhos é de 245.821 hectares, dispersos por 64 freguesias, onde vivem 73.981 habitantes, de acordo com dados do Ministério da Justiça.

LUSA


  • Director: Lino Vinhal
  • Director-Adjunto: Luís Carlos Melo

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Armazém D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Site optimizado para as versões do Internet Explorer iguais ou superiores a 9, Google Chrome e Firefox

Powered by DIGITAL RM